Walter Centeno

Wálter Centeno Corea (6 de outubro de 1974) é um ex- futebolista profissional costarriquenho que atuava como meia-atacante e atual técnico do Guadalupe .

Ele era um membro regular da seleção nacional da Costa Rica e detém o recorde de aparições, tendo conquistado 137 jogos (135 jogos oficiais da FIFA) e marcou 24 gols.

Apelidado de Paté , Centeno começou sua carreira no Saprissa , que o emprestou ao Belén , pelo qual fez sua estreia profissional em 4 de fevereiro de 1995 contra o Alajuelense . Ele marcou seu primeiro gol em 3 de setembro de 1995 pelo Belén contra o Turrialba. [2] Ele ganhou seu apelido na infância devido ao seu amor por comer patê. [3]

Depois de sete anos no Saprissa Centeno teve uma curta passagem pelo exterior quando se mudou para a Grécia para jogar no AEK Atenas . [4] Enquanto jogava pelo AEK, ele participou da fase de grupos da UEFA Champions League conseguindo marcar nos empates fora de casa da equipe contra o Real Madrid no Estadio Santiago Bernabéu no empate 2-2 e Roma no Stadio Olimpico no empate 1-1, já que conseguiram o recorde de empate em todas as partidas da fase de grupos. [5] Após uma temporada, Centeno entrou com um recurso por dívidas do clube com ele e foi liberado. [6]

Em ele retornou ao Saprissa, onde foi nomeado o melhor jogador da temporada 2003-04 da Costa Rica pela mídia esportiva costarriquenha, depois de marcar nove gols enquanto orquestrava o ataque de Saprissa, ajudando o time a vencer o campeonato.

Com Saprissa, ele ganhou 10 campeonatos nacionais e uma Copa dos Campeões da CONCACAF , conquistando o título com uma vitória agregada de 3-2 sobre o UNAM Pumas do México na final. Ele fez parte da equipe que disputou a Copa Toyota do Mundial de Clubes da FIFA 2005 , [7] onde Saprissa terminou em terceiro atrás de São Paulo e Liverpool . Sua aparição neste torneio foi considerada excelente pelos especialistas da FIFA .


TOP