Page semi-protected

Estados Unidos

Da Wikipédia, a enciclopédia livre
Ir para navegação Ir para pesquisa

Coordenadas : 40 ° N 100 ° W / 40°N 100°W / 40; -100

Estados Unidos da América

Lema: 

Grande Selo : [2]
Capital
  • Washington DC
  • 38 ° 53′N 77 ° 01′W / 38.883°N 77.017°W / 38.883; -77.017
A maior cidade
  • Cidade de Nova York
  • 40 ° 43′N 74 ° 00′W / 40.717°N 74.000°W / 40.717; -74.000
Línguas oficiaisNenhum no nível federal [a]
Língua nacionalinglês
Grupos étnicos
(2019) [8]
Por corrida:
  • 76,3% branco
  • 13,4% preto
  • 5,9% asiático
  • 2,8% Outro / Multirracial
  • 1,3% nativo americano
  • 0,2% das ilhas do Pacífico
Por etnia:
  • 18,5% hispânico ou latino
  • 81,5% não hispânicos ou latinos
Religião
Veja a religião nos Estados Unidos
Demônimo (s)Americano [b] [9]
Governo República constitucional presidencial federal
•  Presidente
Joe Biden ( D )
•  Vice-presidente [c]
Kamala Harris (D)
•  Presidente da Câmara
Nancy Pelosi (D)
•  Chefe de Justiça
John Roberts
LegislaturaCongresso
•  Câmara alta
Senado
•  Câmara baixa
Câmara dos Representantes
Independência 
da Grã-Bretanha
•  Declaração
4 de julho de 1776
•  Confederação
1 de março de 1781
•  Tratado de Paris
3 de setembro de 1783
•  Constituição
21 de junho de 1788
•  Declaração de Direitos
25 de setembro de 1789
•  Último estado admitido
21 de agosto de 1959
•  Última alteração
5 de maio de 1992
Área
• Área total
3.796.742 mi2 (9.833.520 km 2 ) [d] [10] ( 3º / 4º )
• Água (%)
4,66 (em 2015) [11]
• Área total do terreno
3.531.905 sq mi (9.147.590 km 2 )
População
• estimativa de 2019
Increase 328.239.523 [8] ( )
• censo de 2010
308.745.538 [e] [12] ( )
• Densidade
87 / sq mi (33,6 / km 2 ) ( 146º )
PIB  ( PPP )Estimativa para 2020
• Total
Decrease $ 20,807 trilhões [13] ( )
• per capita
Decrease$ 63.051 [13] ( )
PIB  (nominal)Estimativa para 2020
• Total
Decrease $ 20,807 trilhões [13] ( )
• per capita
Decrease$ 63.051 [13] ( )
Gini  (2020)Negative increase 48,5 [14] de
altura
HDI  (2019)Increase 0,926 [15]
muito alto  ·  17º
MoedaDólar dos Estados Unidos ($) ( USD )
Fuso horárioUTC −4 a −12, +10, +11
• Verão ( DST )
UTC −4 a −10 [f]
Formato de data
  • mm / dd / aaaa
  • aaaa - mm - dd
Eletricidade principal120 V - 60 Hz
Lado de conduçãocerto [g]
Código de chamada+1
Código ISO 3166nós
Internet TLD
Domínio de nível superior genérico
[16] .com , .org , .net , .edu , .gov , .mil
ccTLD (geralmente não usado nos EUA)
.us , .pr , .as , .gu , : p.f , .vi e, anteriormente, .um (removido pela ICANN em 2008, mas ainda reconhecida pelo governo dos EUA como um ccTLD)

Os Estados Unidos da América ( EUA ), comumente conhecidos como Estados Unidos ( EUA ou EUA ) ou América , é um país localizado principalmente na América do Norte . É composto por 50 estados , um distrito federal , cinco grandes territórios autônomos , 326 reservas indígenas e algumas possessões menores . [h] Com 3,8 milhões de milhas quadradas (9,8 milhões de quilômetros quadrados), é o terceiro ou quarto maior país do mundo em área total . [d]Com uma população de mais de 328 milhões de pessoas, é o terceiro país mais populoso do mundo. A capital nacional é Washington, DC , e a cidade mais populosa é Nova York .

Os paleo-indianos migraram da Sibéria para o continente norte-americano há pelo menos 12.000 anos , e a colonização europeia começou no século XVI. Os Estados Unidos emergiram das treze colônias britânicas estabelecidas ao longo da Costa Leste . Disputas sobre tributação e representação política com a Grã-Bretanha levaram à Guerra Revolucionária Americana (1775-1783), que estabeleceu a independência . No final do século 18, os EUA começaram a se expandir vigorosamente pela América do Norte , adquirindo gradualmente novos territórios , frequentementedeslocando os nativos americanos e admitindo novos estados ; em 1848, os Estados Unidos abrangiam o continente. A escravidão era legal no sul dos Estados Unidos até a segunda metade do século 19, quando a Guerra Civil Americana levou à sua abolição . A Guerra Hispano-Americana e a Primeira Guerra Mundial estabeleceram os Estados Unidos como potência mundial, status confirmado pelo resultado da Segunda Guerra Mundial . Durante a Guerra Fria , os Estados Unidos e a União Soviética travaram várias guerras por procuração, mas evitaram o conflito militar direto. Eles também competiram noSpace Race , culminando no vôo espacial de 1969 que primeiro pousou humanos na lua. O colapso da União Soviética em 1991 encerrou a Guerra Fria, deixando os Estados Unidos como a única superpotência mundial .

Os Estados Unidos são uma república federal e uma democracia representativa com três ramos separados do governo , incluindo uma legislatura bicameral . É membro fundador das Nações Unidas , Banco Mundial , Fundo Monetário Internacional , Organização dos Estados Americanos , OTAN e outras organizações internacionais. É membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas . Os EUA estão em altanas medidas internacionais de liberdade econômica, níveis reduzidos de corrupção percebida, qualidade de vida e qualidade do ensino superior. É uma das nações com maior diversidade racial e étnica do mundo. Considerada uma mistura de culturas e etnias , sua população foi profundamente moldada por séculos de imigração .

Apesar das disparidades de renda e riqueza , os Estados Unidos são um país altamente desenvolvido e continuamente classificado em alta nas medidas de desempenho socioeconômico. É responsável por aproximadamente um quarto do PIB global e é a maior economia do mundo em PIB nominal . Em valor, os Estados Unidos são o maior importador mundial e o segundo maior exportador de mercadorias. Embora sua população seja de apenas 4,2% do total mundial, ela detém 29,4% da riqueza total do mundo , a maior parcela detida por qualquer país. Representando mais de um terço dos gastos militares globais, é a principal potência militar do mundo e uma força política , cultural e científica líder internacionalmente. [22]

Etimologia

O primeiro uso conhecido do nome " América " data de 1507, quando ele apareceu em um mapa-múndi criado pelo cartógrafo alemão Martin Waldseemüller . Em seu mapa , o nome aparece em letras grandes no que hoje seria considerada América do Sul , em homenagem a Américo Vespúcio . O explorador italiano foi o primeiro a postular que as Índias Ocidentais não representavam o limite oriental da Ásia, mas eram parte de uma massa de terra até então desconhecida. [23] [24] Em 1538, o cartógrafo flamengo Gerardus Mercator usou o nome "América" ​​em seu próprio mapa mundial, aplicando-o a todo o hemisfério ocidental . [25]

A primeira prova documental da frase "United States of America" datas de um 02 de janeiro de 1776 carta escrita por Stephen Moylan , Esquire, a George Washington 's ajudante-de-campo Joseph Reed . Moylan expressou seu desejo de ir "com plenos e amplos poderes dos Estados Unidos da América à Espanha" para buscar ajuda no esforço de guerra revolucionária . [26] [27] [28] A primeira publicação conhecida da frase "Estados Unidos da América" ​​foi em um ensaio anônimo no jornal The Virginia Gazette em Williamsburg, Virginia, em 6 de abril de 1776 . [29]

O segundo esboço dos Artigos da Confederação , preparado por John Dickinson e concluído até 17 de junho de 1776 , declarava "O nome desta Confederação será 'Estados Unidos da América'." [30] A versão final dos artigos, enviada aos estados para ratificação no final de 1777, afirmava que "O estilo desta Confederação será 'Os Estados Unidos da América'." [31] Em junho de 1776, Thomas Jefferson escreveu a frase "ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA" em todas as letras maiúsculas no título de seu "esboço original" da Declaração de Independência .[30] Este rascunho do documento não apareceu até21 de junho de 1776 , e não está claro se foi escrito antes ou depois que Dickinson usou o termo em seu esboço dos Artigos da Confederação de 17 de junho. [30]

A forma abreviada "Estados Unidos" também é padrão. Outras formas comuns são "EUA", "EUA" e "América". O termo "América" ​​raramente era usado nos Estados Unidos antes da década de 1890 e raramente era usado por presidentes antes de Theodore Roosevelt . Não aparece em canções patrióticas compostas durante os séculos XVIII e XIX, incluindo " The Star Spangled Banner ", " My Country, 'Tis of Thee " e o " Battle Hymn of the Republic ", embora seja comum no século 20 canções do século como " God Bless America ". [32] Os nomes coloquiais são "US of A." e, internacionalmente, os "Estados". "Columbia ", um nome popular na poesia americanae canções do final do século 18, deriva sua origem de Cristóvão Colombo ; ele aparece no nome " Distrito de Columbia ". Muitos marcos e instituições no Hemisfério Ocidental levam seu nome, incluindo o país da Colômbia .

A frase "Estados Unidos" era originalmente plural no uso americano. Descreveu um conjunto de estados - por exemplo, "os Estados Unidos são". A forma singular se tornou popular após o fim da Guerra Civil e agora é o uso padrão nos Estados Unidos. Um cidadão dos Estados Unidos é um " americano ". "Estados Unidos", "americano" e "EUA" referem-se ao país adjetivamente ("valores americanos", "forças dos EUA"). Em inglês, a palavra " americano " raramente se refere a tópicos ou assuntos não diretamente relacionados com os Estados Unidos. [33]

História

Povos indígenas e história pré-colombiana

The Cliff Palace , construído pelos nativos americanos Puebloans entre 1190 e 1260 DC

É geralmente aceito que os primeiros habitantes da América do Norte migraram da Sibéria por meio da ponte de terra de Bering e chegaram há pelo menos 12.000 anos; no entanto, algumas evidências sugerem uma data de chegada ainda anterior. [34] [35] [36] A cultura Clovis , que apareceu em torno de 11.000 aC, acredita-se que representam a primeira onda de assentamento humano of the Americas. [37] [38] Esta foi provavelmente a primeira de três grandes ondas de migração para a América do Norte; ondas posteriores trouxeram os ancestrais dos atuais Athabaskans, Aleutas e Esquimós. [39]

Com o tempo, as culturas indígenas na América do Norte se tornaram cada vez mais complexas e algumas, como a cultura pré-colombiana do Mississippi no sudeste, desenvolveram agricultura, arquitetura e sociedades complexas avançadas. [40] A cidade-estado de Cahokia é o maior e mais complexo sítio arqueológico pré-colombiano nos Estados Unidos modernos. [41] Na região dos Quatro Cantos , a cultura ancestral Puebloan se desenvolveu a partir de séculos de experimentação agrícola. [42] O Haudenosaunee , localizado no sul dos Grandes Lagosregião, foi estabelecida em algum momento entre os séculos XII e XV. [43] Mais proeminentes ao longo da costa do Atlântico eram as tribos algonquianas , que praticavam caça e armadilhas, junto com o cultivo limitado.

Estimar a população nativa da América do Norte na época do contato com a Europa é difícil. [44] [45] Douglas H. Ubelaker do Smithsonian Institution estimou que havia uma população de 92.916 nos estados do Atlântico Sul e uma população de 473.616 nos estados do Golfo, [46] mas a maioria dos acadêmicos considera este número muito baixo. [44] O antropólogo Henry F. Dobyns acreditava que as populações eram muito maiores, sugerindo cerca de 1,1 milhão ao longo das costas do Golfo do México, 2,2 milhões de pessoas vivendo entre a Flórida e Massachusetts , 5,2 milhões no Vale do Mississippie afluentes, e cerca de 700.000 pessoas na península da Flórida . [44] [45]

Assentamentos europeus

Os primeiros europeus a chegar ao território continental dos Estados Unidos foram conquistadores espanhóis , como Juan Ponce de León , que fez sua primeira expedição à Flórida em 1513. [47] Ainda antes, Cristóvão Colombo havia desembarcado em Porto Rico em sua viagem de 1493 e em San Juan foi colonizado pelos espanhóis uma década depois. Os espanhóis estabeleceram os primeiros assentamentos na Flórida e no Novo México, como Saint Augustine (muitas vezes considerada a cidade mais antiga do país) [48] e Santa Fe . Os franceses estabeleceram seus próprios assentamentos ao longo do rio Mississippi, notavelmente Nova Orleans . [49] O assentamento inglês bem-sucedido na costa leste da América do Norte começou com a Colônia da Virgínia em 1607 em Jamestown e com a colônia de Peregrinos em Plymouth em 1620. [50] Muitos colonos eram cristãos dissidentes que vieram em busca de liberdade religiosa . [51] A primeira assembléia legislativa eleita do continente, Virginia's House of Burgesses , foi fundada em 1619. Documentos como o Mayflower Compact e as Ordens Fundamentais de Connecticutestabeleceu precedentes para o autogoverno representativo e o constitucionalismo que se desenvolveriam nas colônias americanas. [52] [53]

Nos primeiros dias da colonização, muitos colonos europeus foram vítimas de escassez de alimentos, doenças e ataques de nativos americanos. Os nativos americanos também estavam frequentemente em guerra com tribos vizinhas e colonos europeus. Em muitos casos, porém, os nativos e colonos passaram a depender uns dos outros. Colonos trocados por comida e peles de animais; nativos para armas, ferramentas e outros produtos europeus. [54] Os nativos ensinaram muitos colonos a cultivar milho, feijão e outros alimentos. Missionários europeus e outros sentiram que era importante "civilizar" os nativos americanos e os incentivaram a adotar práticas agrícolas e estilos de vida europeus. [55] [56] No entanto, com o aumento da colonização europeia da América do Norte, os nativos americanosforam deslocados e freqüentemente mortos . [57] A população nativa da América diminuiu após a chegada dos europeus por vários motivos, [58] [59] [60] principalmente doenças como varíola e sarampo . [61] [62]

As Treze Colônias originais (mostradas em vermelho) em 1775

Colonizadores europeus também começou o tráfico de escravos africanos para a América Colonial através do tráfico transatlântico de escravos . [63] Devido à menor prevalência de doenças tropicais e ao melhor tratamento , os escravos tinham uma expectativa de vida muito maior na América do Norte do que na América do Sul, levando a um rápido aumento em seu número. [64] [65] A sociedade colonial foi amplamente dividida sobre as implicações religiosas e morais da escravidão, e várias colônias aprovaram atos contra e a favor da prática. [66] [67] No entanto, na virada do século 18, os escravos africanos suplantaram os servos contratados europeus comotrabalho da safra comercial , especialmente no sul dos Estados Unidos. [68]

As Treze Colônias ( New Hampshire , Massachusetts , Connecticut , Rhode Island , New York , New Jersey , Pensilvânia , Delaware , Maryland , Virgínia , Carolina do Norte , Carolina do Sul e Geórgia ) que se tornariam os Estados Unidos da América foram administradas pelos britânicos como dependências no exterior. [69] Todos, no entanto, tinham governos locais com eleições abertas para a maioria dos homens livres. [70]Com taxas de natalidade extremamente altas, baixas taxas de mortalidade e assentamento estável, a população colonial cresceu rapidamente, eclipsando as populações nativas americanas. [71] O movimento revivalista cristão das décadas de 1730 e 1740, conhecido como o Grande Despertar, alimentou o interesse tanto pela religião quanto pela liberdade religiosa. [72]

Durante a Guerra dos Sete Anos (1756-63), conhecida nos EUA como Guerra Francesa e Indiana , as forças britânicas capturaram o Canadá dos franceses. Com a criação da Província de Quebec , a população francófona do Canadá permaneceria isolada das dependências coloniais de língua inglesa da Nova Escócia , Terra Nova e das Treze Colônias . Excluindo os nativos americanos que viviam lá, as Treze Colônias tinham uma população de mais de 2,1 milhõesem 1770, cerca de um terço da Grã-Bretanha. Apesar de novos recém-chegados, a taxa de aumento natural era tal que, na década de 1770, apenas uma pequena minoria de americanos havia nascido no exterior. [73] A distância das colônias da Grã-Bretanha permitiu o desenvolvimento do autogoverno, mas seu sucesso sem precedentes motivou os monarcas britânicos a buscarem periodicamente reafirmar a autoridade real. [74]

Independência e expansão

Declaração da Independência , pintura de John Trumbull , retrata o Comitê dos Cinco apresentando seu esboço da Declaração ao Congresso Continental , 4 de julho de 1776

A Guerra Revolucionária Americana travada pelas Treze Colônias contra o Império Britânico foi a primeira guerra de independência bem-sucedida por uma entidade não europeia contra uma potência europeia. Os americanos desenvolveram uma ideologia de " republicanismo ", afirmando que o governo se apoiava na vontade do povo expressa em suas legislaturas locais. Eles exigiram seus " direitos como ingleses " e " nenhuma tributação sem representação ". Os britânicos insistiram em administrar o império por meio do Parlamento e o conflito se transformou em guerra. [75]

O Segundo Congresso Continental aprovou por unanimidade a Declaração de Independência em 4 de julho de 1776 ; este dia é comemorado anualmente como o Dia da Independência . [76] Em 1777, os Artigos da Confederação estabeleceram um governo descentralizado que funcionou até 1789. [76]

Após sua derrota no Cerco de Yorktown em 1781, a Grã-Bretanha assinou um tratado de paz . A soberania americana tornou-se reconhecida internacionalmente, e o país recebeu todas as terras a leste do rio Mississippi . As tensões com a Grã-Bretanha permaneceram, no entanto, levando à Guerra de 1812 , que acabou empatada. [77] Os nacionalistas lideraram a Convenção da Filadélfia de 1787 ao escrever a Constituição dos Estados Unidos , ratificada em convenções estaduais em 1788. O governo federal foi reorganizado em três ramos em 1789, com base no princípio de criar controles e balanços salutares. George Washington , que liderou oExército Continental à vitória, foi o primeiro presidente eleito sob a nova constituição. A Declaração de Direitos , proibindo a restrição federal das liberdades pessoais e garantindo uma série de proteções legais, foi adotada em 1791. [78]

Aquisições territoriais dos Estados Unidos entre 1783 e 1917

Embora o governo federal tenha proibido a participação americana no comércio de escravos do Atlântico em 1807, depois de 1820, o cultivo da altamente lucrativa safra de algodão explodiu no Extremo Sul e, com ele, a população escrava. [79] [80] [81] O Segundo Grande Despertar , especialmente no período de 1800-1840, converteu milhões ao protestantismo evangélico . No Norte, energizou vários movimentos de reforma social, incluindo o abolicionismo ; [82] no sul, metodistas e batistas faziam proselitismo entre as populações escravas. [83]

A partir do final do século 18, os colonos americanos começaram a se expandir para o oeste , [84] levando a uma longa série de guerras indígenas americanas . [85] A compra da Louisiana em 1803 quase dobrou a área do país, [86] a Espanha cedeu a Flórida e outros territórios da Costa do Golfo em 1819, [87] a República do Texas foi anexada em 1845 durante um período de expansionismo, [88] e 1846 O Tratado de Oregon com a Grã-Bretanha levou ao controle dos Estados Unidos do atual Noroeste americano . [89] Vitória na Guerra Mexicano-Americanaresultou na Cessão Mexicana da Califórnia em 1848 e grande parte do atual sudoeste americano , fazendo com que os EUA abrangessem o continente. [84] [90]

A corrida do ouro na Califórnia de 1848-49 estimulou a migração para a costa do Pacífico, o que levou ao Genocídio da Califórnia [91] e à criação de outros estados ocidentais. [92] A doação de grandes quantidades de terras para colonos europeus brancos como parte dos Homestead Acts , quase 10% da área total dos Estados Unidos, e para empresas ferroviárias privadas e faculdades como parte da concessão de terras estimulou o desenvolvimento econômico . [93] Após a Guerra Civil, novas ferrovias transcontinentais facilitaram a realocação para os colonos, expandiram o comércio interno e aumentaram os conflitos com os nativos americanos. [94]Em 1869, uma nova Política de Paz prometia nominalmente proteger os nativos americanos de abusos, evitar mais guerras e garantir sua eventual cidadania americana. No entanto, os conflitos em grande escala continuaram em todo o Ocidente até o século XX.

Era da Guerra Civil e Reconstrução

A Batalha de Gettysburg , travada entre as forças da União e da Confederação em 1 a 3 de julho de 1863 ao redor da cidade de Gettysburg, Pensilvânia , marcou uma virada na Guerra Civil Americana .

O conflito seccional irreconciliável em relação à escravidão de africanos e afro-americanos acabou levando à Guerra Civil Americana . [95] Com a eleição do republicano Abraham Lincoln em 1860 , convenções em treze estados escravistas declararam a secessão e formaram os Estados Confederados da América (o "Sul" ou a "Confederação"), enquanto o governo federal (a " União ") manteve que a secessão era ilegal. [96]Para provocar esta secessão, uma ação militar foi iniciada pelos separatistas e a União respondeu na mesma moeda. A guerra que se seguiu se tornaria o conflito militar mais mortal da história americana, resultando na morte de aproximadamente 618.000 soldados, bem como de muitos civis. [97] A União inicialmente simplesmente lutou para manter o país unido. No entanto, como as baixas aumentaram após 1863 e Lincoln fez sua Proclamação de Emancipação , o objetivo principal da guerra do ponto de vista da União passou a ser a abolição da escravidão. De fato, quando a União finalmente venceu a guerra em abril de 1865, cada um dos estados do Sul derrotado foi obrigado a ratificar a Décima Terceira Emenda, que proibia a escravidão. Duas outras emendas também foram ratificadas, garantindo a cidadania aos negros e, pelo menos em tese, o direito de voto a eles.

A reconstrução começou para valer após a guerra. Enquanto o presidente Lincoln tentava promover a amizade e o perdão entre a União e a ex-Confederação, seu assassinato em 14 de abril de 1865 abriu uma cisão entre o norte e o sul novamente. Os republicanos no governo federal estabeleceram como meta supervisionar a reconstrução do Sul e garantir os direitos dos afro-americanos. Eles persistiram até o Compromisso de 1877, quando os republicanos concordaram em deixar de proteger os direitos dos afro-americanos no Sul para que os democratas concedessem a eleição presidencial de 1876 .

Os democratas brancos do sul, que se autodenominam " Redentores ", assumiram o controle do Sul após o fim da Reconstrução, dando início ao nadir das relações raciais americanas . De 1890 a 1910, os Redentores estabeleceram as chamadas leis de Jim Crow , privando a maioria dos negros e alguns brancos pobres de toda a região. Os negros enfrentaram a segregação racial , especialmente no sul. [98] Eles também experimentaram ocasionalmente violência de vigilantes, incluindo linchamentos . [99]

Mais imigração, expansão e industrialização

Ellis Island , no porto de Nova York , foi um importante ponto de entrada para a imigração europeia nos Estados Unidos [100]

No Norte, a urbanização e um influxo sem precedentes de imigrantes do sul e do leste da Europa forneceram um excedente de mão de obra para a industrialização do país e transformaram sua cultura. [101] A infraestrutura nacional, incluindo telégrafo e ferrovias transcontinentais , impulsionou o crescimento econômico e uma maior colonização e desenvolvimento do Velho Oeste americano . A invenção posterior da luz elétrica e do telefone também afetaria a comunicação e a vida urbana. [102]

Os Estados Unidos lutaram nas Guerras Indígenas a oeste do Rio Mississippi de 1810 a pelo menos 1890. [103] A maioria desses conflitos terminou com a cessão do território nativo americano e seu confinamento em reservas indígenas . Além disso, a Trilha das Lágrimas na década de 1830 exemplificou a política de remoção de índios que reassentou os índios à força. Isso expandiu ainda mais a área cultivada com cultivo mecânico, aumentando os excedentes para os mercados internacionais. [104] A expansão do continente também incluiu a compra do Alasca da Rússia em 1867. [105] Em 1893, elementos pró-americanos no Havaí derrubarama monarquia havaiana e formou a República do Havaí , que os Estados Unidos anexaram em 1898. Porto Rico , Guam e as Filipinas foram cedidos pela Espanha no mesmo ano, após a Guerra Hispano-Americana . [106] A Samoa Americana foi adquirida pelos Estados Unidos em 1900 após o fim da Segunda Guerra Civil Samoana . [107] As Ilhas Virgens dos EUA foram compradas da Dinamarca em 1917. [108]

O rápido desenvolvimento econômico durante o final do século 19 e início do século 20 fomentou a ascensão de muitos industriais proeminentes. Magnatas como Cornelius Vanderbilt , John D. Rockefeller e Andrew Carnegie lideraram o progresso da nação nas indústrias de ferrovias , petróleo e aço . O setor bancário se tornou uma parte importante da economia, com o JP Morgan desempenhando um papel notável. A economia americana cresceu, tornando-se a maior do mundo. [109] Essas mudanças dramáticas foram acompanhadas por agitação social e a ascensão de grupos populistas , socialistas e anarquistasmovimentos. [110] Este período acabou com o advento da Era Progressiva , que viu reformas significativas, incluindo o sufrágio feminino , proibição do álcool , regulamentação de bens de consumo, maiores medidas antitruste para garantir a concorrência e atenção às condições de trabalho. [111] [112] [113]

Primeira Guerra Mundial, Grande Depressão e Segunda Guerra Mundial

O Empire State Building era o edifício mais alto do mundo quando concluído em 1931, durante a Grande Depressão .

Os Estados Unidos permaneceram neutros desde a eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914 até 1917, quando se juntou à guerra como uma "potência associada" ao lado dos Aliados da Primeira Guerra Mundial , ajudando a virar a maré contra as Potências Centrais . Em 1919, o presidente Woodrow Wilson assumiu um papel diplomático de liderança na Conferência de Paz de Paris e defendeu fortemente a adesão dos Estados Unidos à Liga das Nações . No entanto, o Senado se recusou a aprovar isso e não ratificou o Tratado de Versalhes que estabeleceu a Liga das Nações. [114]

Em 1920, o movimento pelos direitos das mulheres obteve a aprovação de uma emenda constitucional que concedia o sufrágio feminino . [115] As décadas de 1920 e 1930 viram o surgimento do rádio para comunicação de massa e a invenção da televisão . [116] A prosperidade dos loucos anos 20 terminou com a queda de Wall Street em 1929 e o início da Grande Depressão . Após sua eleição como presidente em 1932, Franklin D. Roosevelt respondeu com o New Deal . [117] A Grande Migraçãode milhões de afro-americanos do Sul dos Estados Unidos começou antes da Primeira Guerra Mundial e se estendeu até a década de 1960; [118] enquanto o Dust Bowl de meados da década de 1930 empobreceu muitas comunidades agrícolas e estimulou uma nova onda de migração para o oeste. [119]

Fuzileiros navais dos EUA hasteando a bandeira americana no Monte Suribachi durante a Batalha de Iwo Jima em uma das imagens mais icônicas da guerra.

A princípio, efetivamente neutros durante a Segunda Guerra Mundial , os Estados Unidos começaram a fornecer material aos Aliados em março de 1941 por meio do programa Lend-Lease . Em 7 de dezembro de 1941 , o Império do Japão lançou um ataque surpresa a Pearl Harbor , levando os Estados Unidos a se juntarem aos Aliados contra as potências do Eixo e, no ano seguinte, a internar cerca de 120.000 [120] residentes dos EUA (incluindo cidadãos americanos) de ascendência japonesa. [121] Embora o Japão tenha atacado os Estados Unidos primeiro, os EUA, no entanto, perseguiram uma política de defesa " Europa primeiro ".[122] Os Estados Unidos deixaram assim sua vasta colônia asiática, as Filipinas , isolada e lutando uma luta perdida contra a invasão e ocupação japonesa . Durante a guerra, os Estados Unidos foram uma das " Quatro Potências " [123] que se reuniram para planejar o mundo do pós-guerra, junto com a Grã-Bretanha, a União Soviética e a China. [124] [125] Embora a nação tenha perdido cerca de 400.000 militares, [126] ela saiu relativamente ilesa da guerra com ainda maior influência econômica e militar. [127]

Os Estados Unidos desempenharam um papel de liderança nas conferências de Bretton Woods e Yalta , que assinaram acordos sobre novas instituições financeiras internacionais e a reorganização da Europa no pós-guerra. Quando uma vitória dos Aliados foi conquistada na Europa , uma conferência internacional de 1945 realizada em San Francisco produziu a Carta das Nações Unidas , que se tornou ativa após a guerra. [128] Os Estados Unidos e o Japão lutaram entre si na maior batalha naval da história, a Batalha do Golfo de Leyte . [129] [130] Os Estados Unidos eventualmente desenvolveram as primeiras armas nuclearese os usou no Japão nas cidades de Hiroshima e Nagasaki em agosto de 1945; os japoneses se renderam em 2 de setembro, encerrando a Segunda Guerra Mundial. [131] [132]

Guerra Fria e era dos direitos civis

Martin Luther King Jr. faz seu famoso discurso " Eu tenho um sonho " no Lincoln Memorial durante a marcha em Washington de 1963

Após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos e a União Soviética competiram por poder, influência e prestígio durante o que ficou conhecido como Guerra Fria , impulsionado por uma divisão ideológica entre capitalismo e comunismo . [133] Eles dominaram os assuntos militares da Europa, com os EUA e seus aliados da OTAN de um lado e a União Soviética e seus aliados do Pacto de Varsóvia do outro. Os Estados Unidos desenvolveram uma política de contenção à expansão da influência comunista. Enquanto os Estados Unidos e a União Soviética travavam guerras por procuração e desenvolviam poderosos arsenais nucleares, os dois países evitavam o conflito militar direto.[134]

Os Estados Unidos frequentemente se opunham aos movimentos do Terceiro Mundo que consideravam patrocinados pelos soviéticos e ocasionalmente buscavam uma ação direta para a mudança de regime contra governos de esquerda, mesmo ocasionalmente apoiando regimes autoritários de direita. [135] As tropas americanas lutaram contra as forças comunistas chinesas e norte-coreanas na Guerra da Coréia de 1950-53. [136] O lançamento do primeiro satélite artificial pela União Soviética em 1957 e seu lançamento em 1961 do primeiro vôo espacial tripulado iniciaram uma " corrida espacial " na qual os Estados Unidos se tornaram a primeira nação a pousar um homem na Luaem 1969. [136] Uma guerra por procuração no Sudeste Asiático eventualmente evoluiu para a Guerra do Vietnã (1955–1975), com plena participação americana. [137]

Em casa, os Estados Unidos experimentaram uma expansão econômica sustentada e um rápido crescimento de sua população e classe média após a Segunda Guerra Mundial. Após um aumento da participação feminina no trabalho, especialmente na década de 1970, em 1985, a maioria das mulheres com 16 anos ou mais estava empregada. [138] A construção de um sistema de rodovias interestaduais transformou a infraestrutura do país nas décadas seguintes. Milhões se mudaram de fazendas e centros urbanos para grandes conjuntos habitacionais suburbanos . [139] [140] Em 1959, o Havaí se tornou o 50º e último estado dos EUA adicionado ao país. [141]O crescente Movimento dos Direitos Civis usou a não violência para enfrentar a segregação e a discriminação, com Martin Luther King Jr. tornando-se um líder proeminente e uma figura de proa. [142] Uma combinação de decisões judiciais e legislação, culminando na Lei dos Direitos Civis de 1968 , procurou acabar com a discriminação racial. [143] [144] [145] Enquanto isso, um movimento de contracultura cresceu, que foi alimentado pela oposição à guerra do Vietnã , o movimento Black Power e a revolução sexual .

O presidente dos EUA Ronald Reagan (à esquerda) e o secretário-geral soviético Mikhail Gorbachev em Genebra , 1985

O lançamento de uma " Guerra à Pobreza " ampliou os direitos e gastos com bem-estar, incluindo a criação do Medicare e do Medicaid , dois programas que fornecem cobertura de saúde para idosos e pobres, respectivamente, e o Programa de Vale - Refeição e Ajuda às Famílias com recursos testados. Filhos dependentes . [146]

A década de 1970 e o início da década de 1980 viram o início da estagflação . Após sua eleição em 1980, o presidente Ronald Reagan respondeu à estagnação econômica com reformas voltadas para o mercado livre . Após o colapso da détente , ele abandonou a "contenção" e iniciou a estratégia mais agressiva de " reversão " em relação à União Soviética. [147] [148] O final da década de 1980 trouxe um " degelo " nas relações com a União Soviética, e seu colapso em 1991 finalmente encerrou a Guerra Fria. [149] [150] [151] Isso ocasionou a unipolaridade [152]com os EUA incontestáveis ​​como a superpotência dominante do mundo. [153]

História contemporânea

O World Trade Center em Lower Manhattan durante os ataques terroristas de 11 de setembro do grupo terrorista islâmico Al-Qaeda em 2001

Após a Guerra Fria , o conflito no Oriente Médio desencadeou uma crise em 1990, quando o Iraque invadiu e tentou anexar o Kuwait , um aliado dos Estados Unidos. Temendo a disseminação da instabilidade, em agosto, o presidente George HW Bush lançou e liderou a Guerra do Golfo contra o Iraque; travada até janeiro de 1991 pelas forças da coalizão de 34 nações, culminou na expulsão das forças iraquianas do Kuwait e na restauração da monarquia. [154]

Originada nas redes de defesa militar dos EUA , a Internet se espalhou para plataformas acadêmicas internacionais e depois para o público na década de 1990, afetando fortemente a economia, a sociedade e a cultura globais. [155] Devido ao boom pontocom , política monetária estável e redução dos gastos com bem-estar social , a década de 1990 viu a mais longa expansão econômica da história moderna dos Estados Unidos. [156] A partir de 1994, os EUA assinaram o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), fazendo com que o comércio entre os EUA, Canadá e México aumentasse. [157]

Em 11 de setembro de 2001 , sequestradores terroristas da Al-Qaeda levaram aviões de passageiros para o World Trade Center na cidade de Nova York e o Pentágono perto de Washington, DC, matando quase 3.000 pessoas. [158] Em resposta, o presidente George W. Bush lançou a Guerra contra o Terror , que incluiu uma guerra no Afeganistão e a Guerra do Iraque de 2003-11 . [159] [160] Uma operação militar de 2011 no Paquistão levou à morte do líder da Al-Qaeda . [161]

A política governamental destinada a promover moradias populares, [162] falhas generalizadas na governança corporativa e regulatória, [163] e taxas de juros historicamente baixas estabelecidas pelo Federal Reserve [164] levaram à bolha imobiliária de meados dos anos 2000 , que culminou com a crise financeira de 2008 crise , a maior contração econômica do país desde a Grande Depressão. [165] Durante a crise, os ativos de propriedade dos americanos perderam cerca de um quarto de seu valor. [166] Barack Obama , o primeiro presidente afro-americano [167] e multirracial [168] , foi eleito em 2008em meio à crise, [169] e posteriormente aprovadas medidas de estímulo e a Lei Dodd-Frank na tentativa de mitigar seus efeitos negativos e garantir que não haveria uma repetição da crise. Em 2010, o presidente Obama liderou esforços para aprovar o Affordable Care Act , a reforma mais abrangente do sistema de saúde do país em quase cinco décadas. [170]

Na eleição presidencial de 2016 , o republicano Donald Trump foi eleito o 45º presidente dos Estados Unidos. [171] Em 20 de janeiro de 2020 , o primeiro caso de COVID-19 nos Estados Unidos foi confirmado. [172] Em 21 de janeiro de 2021, os Estados Unidos tinham quase 25 milhões de casos de COVID-19 e mais de 340.000 mortes. [173] Os Estados Unidos são de longe o país com o maior número de casos de COVID-19 desde 11 de abril de 2020 . [174]

Na eleição presidencial de 2020 , o democrata Joe Biden foi eleito 46º presidente dos Estados Unidos. [175] Em 6 de janeiro de 2021, partidários do presidente cessante Donald Trump invadiram o Capitólio dos Estados Unidos em um esforço malsucedido para interromper a contagem de votos do Colégio Eleitoral presidencial. [176]

Geografia

Classificações climáticas de Köppen dos estados e territórios dos EUA

Os 48 estados contíguos e o Distrito de Columbia ocupam uma área combinada de 3.119.885 milhas quadradas (8.080.470 km 2 ). Desta área, 2.959.064 milhas quadradas (7.663.940 km 2 ) são terras contíguas, compondo 83,65% da área total dos EUA. [177] [178] O Havaí , ocupando um arquipélago no Pacífico central , a sudoeste da América do Norte, tem uma área de 10.931 milhas quadradas (28.311 km 2 ). Os territórios povoados de Porto Rico , Samoa Americana , Guam , Ilhas Marianas do Norte e Ilhas Virgens dos EUA juntos cobrem 9.185 milhas quadradas (23.789 km2 ). [179] Medido apenas pela área de terra, os Estados Unidos são o terceiro em tamanho, atrás da Rússia e China, logo à frente do Canadá. [180]

Os Estados Unidos são a terceira ou quarta maior nação do mundo em área total (terra e água), ficando atrás da Rússia e do Canadá e quase igual à China . A classificação varia dependendo de como dois territórios disputados pela China e Índia são contados e como o tamanho total dos Estados Unidos é medido. [d] [181] [182]

A planície costeira da costa atlântica dá lugar mais para o interior às florestas caducifólias e às colinas do Piemonte . [183] Os Montes Apalaches dividem a costa leste dos Grandes Lagos e as pastagens do meio- oeste . [184] O rio Mississippi - Missouri , o quarto sistema fluvial mais longo do mundo , corre principalmente de norte a sul através do coração do país. A pradaria plana e fértil das Grandes Planícies se estende a oeste, interrompida poruma região montanhosa no sudeste. [184]

As Montanhas Rochosas , a oeste das Grandes Planícies, se estendem de norte a sul em todo o país, com pico de cerca de 14.000 pés (4.300 m) no Colorado . [185] Mais a oeste estão as rochas da Grande Bacia e desertos como Chihuahua e Mojave . [186] As cadeias de montanhas de Sierra Nevada e Cascade se estendem perto da costa do Pacífico , ambas atingindo altitudes superiores a 14.000 pés (4.300 m). Os pontos mais baixos e mais altos dos Estados Unidos contíguos estão no estado da Califórnia , [187]e apenas cerca de 84 milhas (135 km) de distância. [188] A uma altitude de 20.310 pés (6.190,5 m), o Denali do Alasca é o pico mais alto do país e da América do Norte. [189] Vulcões ativos são comuns em todas as ilhas Aleutas e Alexandre, no Alasca , e o Havaí consiste em ilhas vulcânicas. O supervulcão subjacente ao Parque Nacional de Yellowstone nas Montanhas Rochosas é a maior feição vulcânica do continente. [190]

Os Estados Unidos, com seu grande tamanho e variedade geográfica, incluem a maioria dos tipos de clima. A leste do 100º meridiano , o clima varia de úmido continental no norte a úmido subtropical no sul. [191] As Grandes Planícies a oeste do 100º meridiano são semi-áridas . Muitas das montanhas ocidentais têm um clima alpino . O clima é árido na Grande Bacia, deserto no sudoeste, Mediterrâneo na costa da Califórnia e oceânico na costa de Oregon e Washington e no sul do Alasca. A maior parte do Alasca ésubártico ou polar . O Havaí e o extremo sul da Flórida são tropicais , assim como seus territórios no Caribe e no Pacífico. [192] Os estados que fazem fronteira com o Golfo do México estão sujeitos a furacões , e a maioria dos tornados do mundo ocorrem no país, principalmente nas áreas de Beco do Tornado no meio-oeste e no sul. [193] No geral, os Estados Unidos recebem mais incidentes climáticos extremos de alto impacto do que qualquer outro país do mundo. [194]

Vida Selvagem e Conservação

A águia careca é a ave nacional dos Estados Unidos desde 1782. [195]

Os Estados Unidos são um dos 17 países megadiversos contendo uma grande quantidade de espécies endêmicas : cerca de 17.000 espécies de plantas vasculares ocorrem nos Estados Unidos e Alasca contíguos, e mais de 1.800 espécies de plantas com flores são encontradas no Havaí, poucas das quais ocorrem no continente. [196] Os Estados Unidos abrigam 428 espécies de mamíferos, 784 espécies de pássaros, 311 espécies de répteis e 295 espécies de anfíbios, [197] bem como cerca de 91.000 espécies de insetos. [198]

Existem 62 parques nacionais e centenas de outros parques, florestas e áreas selvagens administrados pelo governo federal . [199] Ao todo, o governo possui cerca de 28% da área do país, [200] principalmente nos estados do oeste . [201] A maior parte dessas terras é protegida , embora algumas sejam alugadas para perfuração de petróleo e gás, mineração, extração de madeira ou pecuária, e cerca de 0,86% é usado para fins militares. [202] [203]

As questões ambientais incluem debates sobre petróleo e energia nuclear , lidar com a poluição do ar e da água, os custos econômicos de proteção da vida selvagem , exploração madeireira e desmatamento , [204] [205] e respostas internacionais ao aquecimento global . [206] [207] A agência ambiental mais proeminente é a Agência de Proteção Ambiental (EPA), criada por ordem presidencial em 1970. [208] A ideia de selva moldou a gestão de terras públicas desde 1964, com a Lei do Deserto . [209] The Endangered Species Actde 1973 tem como objetivo proteger as espécies ameaçadas e em perigo de extinção e seus habitats, que são monitorados pelo Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos . [210]

Os Estados Unidos estão em 24º lugar entre as nações no Índice de Desempenho Ambiental . [211] O país aderiu ao Acordo de Paris em 2016 e tem muitos outros compromissos ambientais. [212] Saiu do Acordo de Paris em 2020, [213] e voltou a aderir a ele em 2021. [214]

Demografia

População

População histórica
CensoPop.% ±
17903.929.214-
18005.308.48335,1%
18107.239.88136,4%
18209.638.45333,1%
183012.866.02033,5%
184017.069.45332,7%
185023.191.87635,9%
186031.443.32135,6%
187038.558.37122,6%
188050.189.20930,2%
189062.979.76625,5%
190076.212.16821,0%
191092.228.49621,0%
1920106.021.53715,0%
1930123.202.62416,2%
1940132.164.5697,3%
1950151.325.79814,5%
1960179.323.17518,5%
1970203.211.92613,3%
1980226.545.80511,5%
1990248.709.8739,8%
2000281.421.90613,2%
2010308.745.5389,7%
2019 (estimativa)328.239.5236,3%
Observe que os números do censo
não incluem os nativos americanos até 1860. [215]

O US Census Bureau estimou oficialmente a população do país em 328.239.523 em 2019 (com um ajuste estatístico não oficial para 329.484.123 em 1 de julho de 2020 ). Este número, como a maioria dos dados oficiais dos Estados Unidos como um todo, exclui os cinco territórios autônomos e as pequenas possessões insulares. As estatísticas do censo formal dos EUA de 2020 serão informadas ao presidente durante o início de 2021. De acordo com o US Population Clock do Bureau , em 28 de janeiro de 2021 , a população dos EUA teve um ganho líquido de uma pessoa a cada 100 segundos, ou cerca de 864 pessoas por dia. [216] Os Estados Unidos são a terceira nação mais populosa do mundo, depois da China e da Índia. Em 2020, a idade mediana da população dos Estados Unidos era de 38,5 anos. [217]

Em 2018, havia quase 90 milhões de imigrantes e filhos de imigrantes nascidos nos EUA nos Estados Unidos, representando 28% da população total dos EUA. [218] Os Estados Unidos têm uma população muito diversa; 37 grupos de ancestrais têm mais de um milhão de membros. [219] Americanos brancos de ascendência europeia, principalmente alemães , irlandeses , ingleses , italianos , poloneses e franceses , [220] incluindo hispânicos brancos e latinos da América Latina , formam o maiorgrupo racial , 73,1% da população. Os afro-americanos constituem a maior minoria racial do país e o terceiro maior grupo de ancestrais, e representam cerca de 13% da população total dos Estados Unidos. [219] Asiático-americanos são a segunda maior minoria racial do país (os três maiores grupos étnicos asiáticos são chineses , filipinos e indianos ). [219]

Em 2017, da população estrangeira dos EUA, cerca de 45% (20,7 milhões) eram cidadãos naturalizados, 27% (12,3 milhões) eram residentes permanentes legais, 6% (2,2 milhões) eram residentes legais temporários e 23% (10,5 milhões) eram imigrantes não autorizados. [221] Entre os atuais imigrantes vivos nos Estados Unidos, os cinco principais países de nascimento são México, China, Índia, Filipinas e El Salvador . Até 2017, os Estados Unidos lideraram o mundo em reassentamento de refugiados por décadas, admitindo mais refugiados do que o resto do mundo combinado. [222]

Cerca de 82% dos americanos vivem em áreas urbanas , incluindo subúrbios; [182] cerca de metade das pessoas residem em cidades com populações acima de 50.000. [223] Em 2008, 273 municípios incorporados tinham populações acima de 100.000, nove cidades tinham mais de um milhão de residentes e quatro cidades tinham mais de dois milhões (ou seja, Nova York , Los Angeles , Chicago e Houston ). [224] Muitas populações metropolitanas dos EUA estão crescendo rapidamente, especialmente no sul e no oeste. [225]

Em 2018 , 52% dos americanos com 15 anos ou mais eram casados, 6% eram viúvos, 10% eram divorciados e 32% nunca haviam se casado. [226] A taxa de fertilidade total foi de 1820,5 nascimentos por 1000 mulheres em 2016. [227] Em 2013, a idade média do primeiro parto era de 26 anos e 41% dos nascimentos eram de mulheres solteiras. [228] Em 2019, os Estados Unidos tinham a maior taxa mundial de crianças vivendo em famílias com apenas um dos pais . [229]

Língua

O inglês (especificamente, o inglês americano ) é a língua nacional de fato dos Estados Unidos. Embora não haja um idioma oficial no nível federal, algumas leis - como os requisitos de naturalização dos EUA - padronizam o inglês, e a maioria dos estados declara o inglês como idioma oficial. [230] Três estados e quatro territórios dos EUA reconheceram línguas locais ou indígenas, além do inglês, incluindo Havaí ( havaiano ), [231] Alasca ( vinte línguas nativas ), [232] [i] Dakota do Sul ( sioux ), [233] Samoa Americana ( Samoano ), Porto Rico ( espanhol ), Guam ( Chamorro ) e as Ilhas Marianas do Norte ( Caroliniana e Chamorro). Em Porto Rico, o espanhol é mais falado do que o inglês. [234]

De acordo com a American Community Survey , em 2010 cerca de 229 milhões de pessoas (de uma população total dos EUA de 308 milhões) falavam apenas inglês em casa. Mais de 37 milhões falavam espanhol em casa, tornando-o o segundo idioma mais usado nos Estados Unidos. Outras línguas faladas em casa por um milhão de pessoas ou mais incluem chinês (2,8 milhões), tagalo (1,6 milhão), vietnamita (1,4 milhão), francês (1,3 milhão), coreano (1,1 milhão) e alemão (1 milhão). [235]

As línguas estrangeiras mais ensinadas nos Estados Unidos, em termos de número de matrículas do jardim de infância até o ensino de graduação da universidade , são o espanhol (cerca de 7,2 milhões de alunos), o francês (1,5 milhão) e o alemão (500.000). Outras línguas comumente ensinadas incluem latim , japonês , língua de sinais americana , italiano e chinês . [236] [237] 18% de todos os americanos afirmam falar inglês e outro idioma. [238]

Religião

Porcentagem de entrevistados nos Estados Unidos que disseram que a religião é "muito importante" ou "um tanto importante" em suas vidas (2014). [239]

A Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos garante o livre exercício da religião e proíbe o Congresso de aprovar leis a respeito de seu estabelecimento .

Os Estados Unidos têm a maior população cristã do mundo . [240] Em uma pesquisa de 2014, 70,6% dos adultos nos Estados Unidos se identificaram como cristãos ; [241] Os protestantes representavam 46,5%, enquanto os católicos romanos , com 20,8%, formavam o maior grupo cristão individual. [242] Em 2014, 5,9% da população adulta dos EUA alegou uma religião não cristã. [243] Estes incluem judaísmo (1,9%), islamismo (0,9%), hinduísmo (0,7%) e budismo (0,7%). [243] A pesquisa também relatou que 22,8% dos americanos se descreveram comoagnóstico , ateu ou simplesmente não ter religião — subiu de 8,2% em 1990. [242] [244] [245]

O protestantismo é o maior agrupamento religioso cristão dos Estados Unidos, respondendo por quase metade de todos os americanos. Os batistas coletivamente formam o maior ramo do protestantismo com 15,4%, [246] e a Convenção Batista do Sul é a maior denominação protestante individual com 5,3% da população dos Estados Unidos. [246] Além dos batistas, outras categorias de protestantes incluem protestantes não denominacionais , metodistas , pentecostais , protestantes não especificados, luteranos , presbiterianos , congregacionalistas , outros reformados ,Episcopais / anglicanos , quacres , adventistas , santidade , fundamentalistas cristãos , anabatistas , pietistas e vários outros . [246]

O Cinturão da Bíblia é um termo informal para uma região no sul dos Estados Unidos na qual o protestantismo evangélico socialmente conservador é uma parte significativa da cultura e a freqüência à igreja cristã em todas as denominações é geralmente mais alta do que a média do país. Em contraste, a religião desempenha o papel menos importante na Nova Inglaterra e no oeste dos Estados Unidos . [247]

Saúde

O Texas Medical Center, no centro de Houston, é o maior complexo médico do mundo.

Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) informou que os Estados Unidos tinham uma média da esperança de vida à nascença de 78,8 anos em 2019 (76,3 anos para os homens e 81,4 anos para as mulheres), até 0,1 ano a partir de 2018. [248] Este foi o segundo ano em que a expectativa de vida geral nos Estados Unidos aumentou ligeiramente, após três anos de declínios gerais que se seguiram a décadas de melhoria contínua. O declínio recente, principalmente entre a faixa etária de 25 a 64 anos, deveu-se em grande parte aos altos recordes nas taxas de overdose de drogas e suicídio ; o país ainda tem uma das maiores taxas de suicídio entre os países ricos. [249] [250] [251] De 1999 a 2019, mais de 770.000 americanosmorreu de overdose de drogas . [252] A expectativa de vida era maior entre asiáticos e hispânicos e menor entre negros. [253] [254]

O aumento da obesidade nos Estados Unidos e as melhorias na saúde e longevidade fora dos EUA contribuíram para reduzir a expectativa de vida do país de 11º no mundo em 1987 para 42º em 2007. Em 2017, os Estados Unidos tinham a menor expectativa de vida entre o Japão, Canadá, Austrália, Reino Unido e sete nações da Europa Ocidental. [255] [256] As taxas de obesidade mais do que dobraram nos últimos 30 anos e são as mais altas do mundo industrializado. [257] [258] Aproximadamente um terço da população adulta é obesa e um terço adicional está com sobrepeso. [259] O diabetes tipo  2 relacionado à obesidade é considerado uma epidemia por profissionais de saúde.[260]

Em 2010, doença arterial coronariana , câncer de pulmão , acidente vascular cerebral , doenças pulmonares obstrutivas crônicas e acidentes de trânsito causaram a maioria dos anos de vida perdidos nos Estados Unidos. Dor lombar , depressão , distúrbios musculoesqueléticos , dores no pescoço e ansiedade causaram a maior perda de anos para incapacidade. O mais nocivo fatores de risco foram a má alimentação, tabagismo , obesidade, pressão arterial elevada , açúcar elevado no sangue , sedentarismo e uso de álcool. doença de Alzheimer, abuso de drogas, doenças renais , câncer e quedas causaram a maior perda de anos adicionais de vida em relação às taxas per capita de 1990 ajustadas por idade. [261] As taxas de gravidez e aborto na adolescência nos EUA são substancialmente mais altas do que em outras nações ocidentais, especialmente entre negros e hispânicos. [262]

A cobertura de saúde financiada pelo governo para os pobres ( Medicaid , estabelecido em 1965) e para aqueles com 65 anos ou mais ( Medicare , iniciado em 1966) está disponível para americanos que atendam às qualificações de renda ou idade dos programas. No entanto, os Estados Unidos continuam sendo o único país desenvolvido sem um sistema de saúde universal . [263] Em 2017, 12,2% da população não possuía seguro saúde . [264] O assunto dos americanos sem e com seguro insuficiente é uma questão política importante. [265] [266] The Affordable Care Act (ACA), aprovado no início de 2010 e informalmente conhecido como "ObamaCare", reduziu aproximadamente à metade a parcela não segurada da população. O projeto de lei e seu efeito final ainda são motivo de controvérsia nos Estados Unidos. [267] [268] O sistema de saúde dos EUA ultrapassa em muito o de qualquer outra nação, medido tanto em gastos per capita quanto em porcentagem do PIB. [269] No entanto, os EUA são um líder global em inovação médica. [270]

Educação

A University of Georgia , fundada em 1785, é a mais antiga universidade pública licenciada dos Estados Unidos. A educação universal financiada pelo governo existe nos Estados Unidos, embora também haja muitas instituições financiadas pelo setor privado.

A educação pública americana é administrada pelos governos estaduais e locais e regulamentada pelo Departamento de Educação dos Estados Unidos por meio de restrições aos subsídios federais. Na maioria dos estados, as crianças são obrigadas a frequentar a escola desde os seis ou sete anos (geralmente, jardim de infância ou primeira série ) até completarem 18 anos (geralmente levando-as até a décima segunda série , o fim do ensino médio ); alguns estados permitem que os alunos deixem a escola aos 16 ou 17. [271]

Cerca de 12% das crianças estão matriculadas em escolas particulares paroquiais ou não sectárias . Pouco mais de 2% das crianças estudam em casa . [272] Os Estados Unidos gastam mais com educação por aluno do que qualquer nação do mundo, [273] gastando uma média de $ 12.794 por ano com alunos do ensino fundamental e médio no ano letivo 2016-2017. [274] Cerca de 80% dos estudantes universitários dos EUA frequentam universidades públicas . [275]

Dos americanos com 25 anos ou mais, 84,6% concluíram o ensino médio, 52,6% cursaram alguma faculdade, 27,2% obtiveram o diploma de bacharel e 9,6% obtiveram pós-graduação. [276] A taxa de alfabetização básica é de aproximadamente 99%. [182] [277] As Nações Unidas atribuem aos Estados Unidos um Índice de Educação de 0,97, empatando-o em 12º lugar no mundo. [278]

Os Estados Unidos têm muitas instituições privadas e públicas de ensino superior . A maioria das melhores universidades do mundo, conforme listadas por várias organizações de classificação, estão nos EUA [279] [280] [281]. Também existem faculdades comunitárias locais com políticas de admissão geralmente mais abertas, programas acadêmicos mais curtos e taxas de matrícula mais baixas.

Em 2018, o U21 , uma rede de universidades de pesquisa intensiva, classificou os Estados Unidos em primeiro lugar no mundo em amplitude e qualidade do ensino superior, e em 15º quando o PIB era um fator. [282] Quanto aos gastos públicos com educação superior, os EUA estão atrás de alguns outros países da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento), mas gastam mais por aluno do que a média da OCDE, e mais do que todas as nações em gastos públicos e privados combinados. [283] [284] Em 2018 , a dívida de empréstimos estudantis ultrapassou 1,5 trilhão de dólares. [285] [286]

Governo e política

O Capitólio dos Estados Unidos ,
onde o Congresso se reúne:
o Senado , à esquerda; a casa certo
A Casa Branca , residência e local de trabalho do Presidente dos EUA
O prédio da Suprema Corte , onde fica a mais alta corte do país

Os Estados Unidos são uma república federal de 50 estados , um distrito federal , cinco territórios e várias possessões de ilhas desabitadas . [287] [288] [289] É a federação sobrevivente mais antiga do mundo . É uma república federal e uma democracia representativa "na qual o governo da maioria é temperado pelos direitos das minorias protegidos por lei ". [290] Os EUA classificaram-se em 25º no Índice de Democracia em 2018. [291] Na Transparency International 's 2019Índice de percepção de corrupção , sua posição no setor público deteriorou-se de uma pontuação de 76 em 2015 para 69 em 2019. [292]

No sistema federalista americano , os cidadãos geralmente estão sujeitos a três níveis de governo : federal, estadual e local. As funções do governo local são geralmente divididas entre os governos distrital e municipal . Em quase todos os casos, os funcionários executivos e legislativos são eleitos por pluralidade de votos de cidadãos por distrito.

O governo é regulado por um sistema de freios e contrapesos definido pela Constituição dos Estados Unidos, que funciona como o documento jurídico supremo do país. [293] O texto original da Constituição estabelece a estrutura e as responsabilidades do governo federal e sua relação com os estados individuais. O artigo primeiro protege o direito ao habeas corpus . A Constituição foi alterada 27 vezes; [294] as primeiras dez emendas, que compõem a Declaração de Direitos , e a Décima Quarta Emenda formam a base central dos direitos individuais dos americanos. Todas as leis e procedimentos governamentais estão sujeitos a revisão judiciale qualquer lei decidida pelos tribunais como uma violação da Constituição é anulada. O princípio da revisão judicial, não mencionado explicitamente na Constituição, foi estabelecido pela Suprema Corte em Marbury v. Madison (1803) [295] em uma decisão proferida pelo Chefe de Justiça John Marshall . [296]

O governo federal é composto por três poderes:

  • Legislativo : O Congresso bicameral , composto pelo Senado e pela Câmara dos Representantes , faz lei federal , declara guerra , aprova tratados, tem o poder da bolsa , [297] e tem o poder de impeachment , pelo qual pode remover a sessão membros do governo. [298]
  • Executivo : O presidente é o comandante-chefe das Forças Armadas, pode vetar projetos legislativos antes que se tornem lei (sujeito a anulação do Congresso) e nomeia os membros do Gabinete (sujeito à aprovação do Senado) e outros oficiais, que administram e fazer cumprir as leis e políticas federais. [299]
  • Judicial : A Suprema Corte e os tribunais federais inferiores , cujos juízes são nomeados pelo presidente com a aprovação do Senado, interpretam as leis e anulam aquelas que consideram inconstitucionais . [300]

A Câmara dos Representantes tem 435 membros votantes, cada um representando um distrito congressional por um mandato de dois anos. As cadeiras da Câmara são distribuídas entre os estados pela população. Cada estado então desenha distritos de um único membro para se conformar com a distribuição do censo. O Distrito de Columbia e os cinco principais territórios dos Estados Unidos têm cada um um membro do Congresso - esses membros não têm permissão para votar. [301]

O Senado tem 100 membros e cada estado tem dois senadores, eleitos livremente para mandatos de seis anos; um terço das cadeiras do Senado são eleitas a cada dois anos. O Distrito de Columbia e os cinco principais territórios dos EUA não têm senadores. [301] O presidente tem mandato de quatro anos e pode ser eleito para o cargo no máximo duas vezes . O presidente não é eleito por voto direto , mas por um sistema de colégio eleitoral indireto no qual os votos determinantes são distribuídos aos estados e ao Distrito de Columbia. [302] A Suprema Corte, liderada pelo presidente do tribunal dos Estados Unidos , tem nove membros, que servem por toda a vida. [303]

Divisões políticas

Mapa dos Estados Unidos mostrando os 50 estados , o Distrito de Columbia e os 5 principais territórios dos EUA

Os 50 estados são as principais divisões políticas do país. Cada estado tem jurisdição sobre um território geográfico definido, onde compartilha a soberania com o governo federal. Eles são subdivididos em condados ou equivalentes de condado e posteriormente divididos em municípios. O Distrito de Columbia é um distrito federal que contém a capital dos Estados Unidos, Washington, DC [304]. Os estados e o Distrito de Columbia escolhem o presidente dos Estados Unidos. Cada estado tem eleitores presidenciais igual ao número de seus representantes e senadores no Congresso; o Distrito de Columbia tem três por causa da 23ª Emenda . [305] Territórios dos Estados Unidos, comoPorto Rico não tem eleitores presidenciais e, portanto, as pessoas nesses territórios não podem votar no presidente. [301]

Os Estados Unidos também observam a soberania tribal das nações indígenas americanas em um grau limitado, como fazem com a soberania dos estados. Os índios americanos são cidadãos dos EUA e as terras tribais estão sujeitas à jurisdição do Congresso dos EUA e dos tribunais federais. Como os estados, eles têm uma grande autonomia, mas também como os estados, as tribos não têm permissão para fazer guerras, se envolver em suas próprias relações exteriores ou imprimir e emitir moeda. [306]

A cidadania é concedida no nascimento em todos os estados, no Distrito de Columbia e em todos os principais territórios dos Estados Unidos, exceto Samoa Americana . [307] [308] [j]

Partidos e eleições

Joe Biden
46º presidente
desde 20 de janeiro de 2021
Kamala Harris
49º vice-presidente
desde 20 de janeiro de 2021

Os Estados Unidos operaram sob um sistema bipartidário durante a maior parte de sua história. [311] Para cargos eletivos na maioria dos níveis, as eleições primárias administradas pelo estado escolhem os candidatos do partido principal para as eleições gerais subsequentes . Desde a eleição geral de 1856 , os principais partidos são o Partido Democrata , fundado em 1824 , e o Partido Republicano , fundado em 1854 . Desde a Guerra Civil, apenas um candidato presidencial de terceiro partido - o ex-presidente Theodore Roosevelt , concorrendo como um progressista em1912 - ganhou até 20% do voto popular. O presidente e o vice-presidente são eleitos pelo Colégio Eleitoral . [312]

Na cultura política americana , o Partido Republicano de centro-direita é considerado " conservador " e o Partido Democrático de centro-esquerda é considerado " liberal ". [313] [314] Os estados do Nordeste e da Costa Oeste e alguns dos Estados dos Grandes Lagos, conhecidos como " estados azuis ", são relativamente liberais. Os " estados vermelhos " do Sul e partes das Grandes Planícies e Montanhas Rochosas são relativamente conservadores.

O democrata Joe Biden , vencedor da eleição presidencial de 2020 e ex-vice-presidente, está servindo como 46º presidente dos Estados Unidos . A liderança no Senado inclui a vice-presidente Kamala Harris , o presidente pro tempore Patrick Leahy , o líder da maioria Chuck Schumer e o líder da minoria Mitch McConnell . [315] A liderança na Câmara inclui a presidente da Câmara, Nancy Pelosi , o líder da maioria Steny Hoyer e o líder da minoria Kevin McCarthy . [316]

No 117º Congresso dos Estados Unidos , a Câmara dos Representantes e o Senado são controlados pelo Partido Democrata. O Senado consiste de 50 republicanos e 48 democratas com dois independentes que concordam com os democratas; a Câmara consiste em 222 democratas e 211 republicanos. [317] Dos governadores de estado , há 27 republicanos e 23 democratas. Entre o prefeito de DC e os cinco governadores territoriais, há três democratas, um republicano e um novo progressista . [318]

Relações Estrangeiras

Relações diplomáticas dos Estados Unidos
  Estados Unidos
  Países que mantêm relações diplomáticas com os Estados Unidos
  Países que não mantêm relações diplomáticas com os Estados Unidos
  Territórios disputados
  Antártica

Os Estados Unidos têm uma estrutura estabelecida de relações exteriores. É membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas . A cidade de Nova York abriga a Sede das Nações Unidas . Quase todos os países têm embaixadas em Washington, DC, e muitos têm consulados em todo o país. Da mesma forma, quase todas as nações hospedam missões diplomáticas americanas . No entanto, Irã , Coréia do Norte , Butão e República da China (Taiwan) não têm relações diplomáticas formais com os Estados Unidos (embora os Estados Unidos ainda mantenham relações não oficiais com o Butão e Taiwan). [319]É membro do G7 , [320] G20 e da OCDE .

Os Estados Unidos têm uma " relação especial " com o Reino Unido [321] e fortes laços com a Índia , Canadá , [322] Austrália , [323] Nova Zelândia , [324] Filipinas , [325] Japão , [326] Sul Coréia , [327] Israel , [328] e vários países da União Europeia , incluindo França , Itália , Alemanha , Espanha e Polônia .[329] Trabalha em estreita colaboração com outrosmembros da OTAN em questões militares e de segurança e com seus vizinhos por meio da Organização dos Estados Americanos e acordos de livre comércio , como o Acordo de Livre Comércio da América do Norte com o Canadá e o México . A Colômbia é tradicionalmente considerada pelos Estados Unidos como seu aliado mais leal na América do Sul . [330] [331]

Os EUA exercem plena autoridade de defesa internacional e responsabilidade pela Micronésia , Ilhas Marshall e Palau por meio do Compacto de Associação Livre . [332]

Finanças governamentais

Gastos e receitas do governo dos EUA de 1792 a 2018

A tributação nos Estados Unidos é progressiva , [333] [334] e é cobrada nos níveis de governo federal, estadual e local. Isso inclui impostos sobre a renda, folha de pagamento, propriedade, vendas, importações, propriedades e presentes, bem como várias taxas. A tributação nos Estados Unidos é baseada na cidadania, não na residência. [335] Tanto os cidadãos não residentes quanto os titulares do Green Card que vivem no exterior são tributados sobre sua renda, independentemente de onde residam ou de onde sua renda é auferida. Os Estados Unidos são um dos únicos países do mundo a fazer isso. [336]

Em 2010, os impostos arrecadados pelos governos federal, estadual e municipal representaram 24,8% do PIB . [337] Com base nas estimativas do CBO, [338] sob a lei tributária de 2013, o 1% do topo estará pagando as taxas de imposto médias mais altas desde 1979, enquanto outros grupos de renda permanecerão em níveis históricos baixos. [339] Para 2018, a taxa efetiva de imposto para as 400 famílias mais ricas foi de 23%, em comparação com 24,2% para a metade inferior das famílias dos EUA. [340]

Durante o ano fiscal de 2012, o governo federal gastou US $ 3,54 trilhões em um orçamento ou regime de caixa. As principais categorias de gastos do ano fiscal de 2012 incluem: Medicare e Medicaid (23%), Previdência Social (22%), Departamento de Defesa (19%), artigos discricionários de não defesa (17%), outros obrigatórios (13%) e juros (6 %). [341]

Os Estados Unidos têm a maior dívida externa do mundo [342] e a 34ª maior dívida governamental como porcentagem do PIB do mundo em 2017; no entanto, as estimativas mais recentes variam. [343] A dívida nacional total dos Estados Unidos era de $ 23,201 trilhões , ou 107% do PIB, no quarto trimestre de 2019. [344] Em 2012, a dívida federal total ultrapassou 100% do PIB dos EUA. [345] Os EUA têm classificação de crédito AA + da Standard & Poor's , AAA da Fitch e AAA da Moody's . [346]

Militares

O porta- aviões nuclear USS George Washington (CVN 73)

O presidente é o comandante-em-chefe das Forças Armadas dos Estados Unidos e nomeia seus líderes, o secretário de Defesa e os Joint Chiefs of Staff . O Departamento de Defesa administra cinco dos seis ramos de serviço, que são compostos pelo Exército , Corpo de Fuzileiros Navais , Marinha , Força Aérea e Força Espacial . A Guarda Costeira , também um braço das forças armadas, é administrada pelo Departamento de Segurança Interna em tempos de paz e pelo Departamento da Marinhaem tempo de guerra. Em 2019, todos os seis ramos das Forças Armadas dos EUA relataram 1,4 milhão de funcionários na ativa. [347] As Reservas e a Guarda Nacional elevaram o número total de tropas para 2,3 milhões . [347] O Departamento de Defesa também empregou cerca de 700.000 civis, não incluindo empreiteiros . [348]

Presença global dos militares dos Estados Unidos

O serviço militar nos Estados Unidos é voluntário, embora o recrutamento possa ocorrer em tempo de guerra por meio do Sistema de Serviço Seletivo . [349] De 1940 a 1973, o alistamento obrigatório era obrigatório, mesmo em tempos de paz. [350] Hoje, as forças americanas podem ser rapidamente implantadas pela grande frota de aeronaves de transporte da Força Aérea, pelos 11 porta-aviões ativos da Marinha e por unidades expedicionárias da Marinha no mar com as frotas do Atlântico e Pacífico da Marinha . Os militares operam cerca de 800 bases e instalações no exterior, [351] e mantêm desdobramentos superiores a 100 militares na ativaem 25 países estrangeiros. [352]

Os Estados Unidos gastaram US $ 649 bilhões com suas forças armadas em 2019, 36% dos gastos militares globais. [353] Com 4,7% do PIB, a taxa foi a segunda maior entre os 15 maiores gastadores militares, depois da Arábia Saudita . [353] Os gastos com defesa desempenham um papel importante no investimento em ciência e tecnologia, com cerca de metade da pesquisa e desenvolvimento federal dos Estados Unidos financiados pelo Departamento de Defesa. [354] A participação da defesa na economia geral dos EUA diminuiu em geral nas últimas décadas, desde os picos iniciais da Guerra Fria de 14,2% do PIB em 1953 e 69,5% dos gastos federais em 1954 para 4,7% do PIB e 18,8% dos gastos federais em 2011 . [355]

O país é um dos cinco estados com armas nucleares reconhecidos e um dos nove países que possuem armas nucleares . [356] Os Estados Unidos possuem o segundo maior estoque de armas nucleares do mundo. [356] Mais de 40% das 14.000 armas nucleares do mundo são detidas pelos Estados Unidos. [356]

Aplicação da lei e crime

O Departamento de Polícia de Nova York é a maior agência municipal de aplicação da lei do país.

A aplicação da lei nos Estados Unidos é principalmente responsabilidade dos departamentos de polícia locais e dos escritórios do xerife , com a polícia estadual fornecendo serviços mais amplos. Agências federais como o Federal Bureau of Investigation (FBI) e o US Marshals Service têm funções especializadas, incluindo proteção dos direitos civis , segurança nacional e cumprimento das decisões dos tribunais federais dos Estados Unidos e leis federais. [357] Os tribunais estaduais conduzem a maioria dos julgamentos criminais, enquanto os tribunais federais tratam de certos crimes designados, bem como de certos recursos dos tribunais criminais estaduais.

Uma análise transversal do Banco de Dados de Mortalidade da Organização Mundial da Saúde de 2010 mostrou que as taxas de homicídio nos Estados Unidos "eram 7,0 vezes maiores do que em outros países de alta renda, impulsionadas por uma taxa de homicídios com armas de fogo 25,2 vezes maior". [358] Em 2016, a taxa de homicídios dos EUA era de 5,4 por 100.000. [359]

Encarceramento total nos Estados Unidos por ano

Os Estados Unidos têm a maior taxa de encarceramento documentada e a maior população carcerária do mundo. [360] Em 2020, a Prison Policy Initiative relatou que havia cerca de 2,3 milhões de pessoas presas. [361] De acordo com o Federal Bureau of Prisons , a maioria dos reclusos detidos em prisões federais são condenados por crimes de drogas. [362] A taxa de prisão para todos os presos condenados a mais de um ano em instalações estaduais ou federais é de 478 por 100.000 em 2013. [363] Cerca de 9% dos presos são mantidos em prisões privatizadas , [361]uma prática iniciada na década de 1980 e um assunto de controvérsia. [364]

A pena de morte é sancionada nos Estados Unidos para certos crimes federais e militares, e em nível estadual em 28 estados, embora três estados tenham moratórias sobre o cumprimento da pena imposta por seus governadores. [365] [366] [367] Em 2019, o país teve o sexto maior número de execuções no mundo, após China , Irã , Arábia Saudita , Iraque e Egito . [368] Nenhuma execução ocorreu de 1967 a 1977, em parte devido a uma decisão da Suprema Corte dos EUA anulando a prática. Desde a decisão, entretanto, ocorreram mais de 1.500 execuções.[369] Nos últimos anos, o número de execuções e a presença do estatuto de pena de morte em geral diminuiu nacionalmente, com vários estados abolindo a pena recentemente. [367]

Economia

A Bolsa de Valores de Nova York em Wall Street é a maior bolsa de valores do mundo (por capitalização de mercado de suas empresas listadas) [370] com US $ 23,1 trilhões em abril de 2018. [371]

De acordo com o Fundo Monetário Internacional , o PIB dos EUA de US $ 16,8 trilhões constitui 24% do produto mundial bruto em taxas de câmbio de mercado e mais de 19% do produto mundial bruto em paridade de poder de compra . [372] [373] Os Estados Unidos são o maior importador de bens e o segundo maior exportador , [374] embora as exportações per capita sejam relativamente baixas. Em 2010, o déficit comercial total dos EUA foi de US $ 635 bilhões . [375] Canadá , China , México , Japãoe a Alemanha são seus principais parceiros comerciais. [376]

De 1983 a 2008, o crescimento do PIB anual composto real dos EUA foi de 3,3%, em comparação com a média ponderada de 2,3% do restante do G7 . [377] O país ocupa o nono lugar no mundo em PIB nominal per capita [378] e o sexto em PIB per capita em PPC . [373] O dólar dos EUA é a principal moeda de reserva do mundo . [379]

Em 2009, estimava-se que o setor privado constituía 86,4% da economia. [380] Embora sua economia tenha atingido um nível de desenvolvimento pós - industrial , os Estados Unidos permanecem uma potência industrial. [381] Em agosto de 2010, a força de trabalho americana consistia de 154,1 milhões de pessoas (50%). Com 21,2 milhões de pessoas, o governo é o principal campo de empregos. O maior setor privado de empregos é a saúde e a assistência social, com 16,4 milhões de pessoas. Tem um estado de bem-estar social menor e redistribui menos renda por meio de ações governamentais do que a maioria das nações europeias. [382]

Os Estados Unidos são a única economia avançada que não garante aos seus trabalhadores férias remuneradas [383] e é um dos poucos países no mundo sem licença familiar remunerada como um direito legal. [384] 74% dos trabalhadores americanos em tempo integral recebem licença médica paga, de acordo com o Bureau of Labor Statistics , embora apenas 24% dos trabalhadores em tempo parcial recebam os mesmos benefícios. [385] Em 2009, os Estados Unidos tinham a terceira maior produtividade da força de trabalho por pessoa no mundo, atrás de Luxemburgo e Noruega . [386] [387]

Ciência e Tecnologia

Buzz Aldrin na Lua, 1969

Os Estados Unidos são líderes em inovação tecnológica desde o final do século 19 e em pesquisa científica desde meados do século 20. Os métodos de produção de peças intercambiáveis foram desenvolvidos pelo Departamento de Guerra dos Estados Unidos pelos Arsenais Federais durante a primeira metade do século XIX. Essa tecnologia, junto com o estabelecimento de uma indústria de máquinas-ferramenta , permitiu que os Estados Unidos tivessem uma fabricação em grande escala de máquinas de costura, bicicletas e outros itens no final do século 19 e tornou-se conhecido como o sistema americano de manufatura . A eletrificação da fábrica no início do século 20 e a introdução da linha de montagem e outras técnicas de economia de trabalho criaram o sistema deprodução em massa . [388] No século 21, aproximadamente dois terços do financiamento de pesquisa e desenvolvimento vêm do setor privado. [389] Os Estados Unidos lideram o mundo em artigos de pesquisa científica e fator de impacto . [390] [391]

Em 1876, Alexander Graham Bell recebeu a primeira patente americana para o telefone . O laboratório de pesquisa de Thomas Edison , um dos primeiros desse tipo, desenvolveu o fonógrafo , a primeira lâmpada de longa duração e a primeira câmera de cinema viável . [392] Este último levou ao surgimento da indústria de entretenimento mundial . No início do século 20, as empresas automobilísticas Ransom E. Olds e Henry Ford popularizaram a linha de montagem. Os irmãos Wright , em 1903, fizeram oprimeiro vôo sustentado e controlado com motor mais pesado que o ar . [393]

A ascensão do fascismo e do nazismo nas décadas de 1920 e 30 levou muitos cientistas europeus, incluindo Albert Einstein , Enrico Fermi e John von Neumann , a imigrar para os Estados Unidos. [394] Durante a Segunda Guerra Mundial, o Projeto Manhattan desenvolveu armas nucleares, inaugurando a Era Atômica , enquanto a Corrida Espacial produziu rápidos avanços em foguetes, ciência dos materiais e aeronáutica . [395] [396]

A invenção do transistor na década de 1950, um componente ativo chave em praticamente toda a eletrônica moderna , levou a muitos desenvolvimentos tecnológicos e a uma expansão significativa da indústria de tecnologia dos Estados Unidos. [397] Isso, por sua vez, levou ao estabelecimento de muitas novas empresas e regiões de tecnologia em todo o país, como o Vale do Silício na Califórnia. Avanços de empresas americanas de microprocessador , como Advanced Micro Devices (AMD) e Intel , junto com empresas de software e hardware de computador como Adobe Systems , Apple Inc. , IBM, Microsoft e Sun Microsystems , criaram e popularizaram o computador pessoal . A ARPANET foi desenvolvida na década de 1960 para atender aos requisitos do Departamento de Defesa e se tornou a primeira de uma série de redes que evoluíram para a Internet . [398]

Renda, pobreza e riqueza

Representando 4,24% da população global , os americanos possuem coletivamente 29,4% da riqueza total do mundo, a maior porcentagem de qualquer país. [399] [400] Os americanos também constituem cerca de metade da população mundial de milionários. [401] O Índice de Segurança Alimentar Global classificou os EUA em primeiro lugar em acessibilidade alimentar e segurança alimentar geral em março de 2013. [402] Os americanos em média têm mais de duas vezes mais espaço vital por habitação e por pessoa do que os residentes da UE . [403] Para 2017, o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas classificou os Estados Unidos em 13º entre 189 países em seuÍndice de Desenvolvimento Humano (IDH) e 25º entre 151 países em seu IDH ajustado à desigualdade (IHDI). [404]

A desigualdade de riqueza nos EUA aumentou entre 1989 e 2013. [405]

A riqueza , como a renda e os impostos, é altamente concentrada ; os 10% mais ricos da população adulta possuem 72% da riqueza familiar do país, enquanto a metade inferior possui apenas 2%. [406] De acordo com o Federal Reserve, o 1% do topo controlava 38,6% da riqueza do país em 2016. [407] Em 2017, a Forbes descobriu que apenas três indivíduos ( Jeff Bezos , Warren Buffett e Bill Gates ) tinham mais dinheiro do que os metade inferior da população. [408] De acordo com um estudo de 2018 da OCDE, os Estados Unidos têm uma porcentagem maior de trabalhadores de baixa renda do que quase qualquer outra nação desenvolvida, principalmente por causa de um fracosistema de negociação coletiva e falta de apoio governamental para trabalhadores em risco. [409] O 1% do grupo com maior renda foi responsável por 52% dos ganhos de renda de 2009 a 2015, onde a renda é definida como renda do mercado, excluindo as transferências do governo. [410]

Após anos de estagnação, a renda familiar média atingiu um recorde em 2016, após dois anos consecutivos de crescimento recorde. A desigualdade de renda permanece em níveis recordes, no entanto, com o quinto mais bem pago levando para casa mais da metade de toda a renda geral. [411] O aumento na participação da renda anual total recebida pelo 1% do topo, que mais que dobrou de 9% em 1976 para 20% em 2011, afetou significativamente a desigualdade de renda , [412] deixando os Estados Unidos com um das mais amplas distribuições de renda entre as nações da OCDE. [413] A extensão e relevância da desigualdade de renda é uma questão para debate. [414] [415] [416]

Havia cerca de 567.715 desabrigados abrigados e desabrigados nos Estados Unidos em janeiro de 2019, com quase dois terços em abrigos de emergência ou programas de habitação transitória. [417] Em 2011, 16,7 milhões de crianças viviam em lares com insegurança alimentar , cerca de 35% a mais do que os níveis de 2007, embora apenas 845.000 crianças dos EUA (1,1%) tenham visto redução na ingestão de alimentos ou padrões alimentares interrompidos em algum momento durante o ano, e a maioria casos não eram crônicos. [418] Em junho de 2018 , 40 milhões de pessoas, cerca de 12,7% da população dos EUA, viviam na pobreza, incluindo 13,3 milhões de crianças. Dos empobrecidos, 18,5 milhõesvivem em pobreza profunda (renda familiar abaixo da metade do limiar de pobreza) e mais de cinco milhões vivem "em condições de ' Terceiro Mundo '". [419] Em 2017, os estados ou territórios dos EUA com as taxas de pobreza mais baixas e mais altas foram New Hampshire (7,6%) e Samoa Americana (65%), respectivamente. [420] [421] [422] O impacto econômico e o desemprego em massa causados ​​pela pandemia COVID-19 levantaram temores de uma crise de despejo em massa , [423] com uma análise do Aspen Instituteindicando que entre 30 e 40 milhões de pessoas correm o risco de despejo até o final de 2020. [424]

A infraestrutura

Transporte

O sistema de rodovias interestaduais , que se estende por 46.876 milhas (75.440 km) [425]

O transporte pessoal é dominado por automóveis, que operam em uma rede de 4 milhões de milhas (6,4 milhões de quilômetros) de vias públicas. [426] Os Estados Unidos têm o segundo maior mercado automotivo do mundo, [427] e tem a maior propriedade de veículos per capita do mundo, com 816,4 veículos por 1.000 americanos (2014). [428] Em 2017, havia 255.009.283 veículos motorizados sem duas rodas, ou cerca de 910 veículos por 1.000 pessoas. [429]

O setor de aviação civil é inteiramente de propriedade privada e foi amplamente desregulamentado desde 1978 , enquanto a maioria dos aeroportos principais são de propriedade pública. [430] As três maiores companhias aéreas do mundo em passageiros transportados são baseadas nos EUA; A American Airlines é a número um após sua aquisição em 2013 pela US Airways . [431] Dos 50 aeroportos de passageiros mais movimentados do mundo , 16 estão nos Estados Unidos, incluindo o mais movimentado, Hartsfield-Jackson Atlanta International Airport . [432]

Os Estados Unidos têm o maior tamanho de rede de transporte ferroviário de qualquer país do mundo, com um comprimento de sistema de 125.828 milhas, quase todas de bitola padrão . A Amtrak é o principal serviço ferroviário de passageiros de propriedade pública dos Estados Unidos, prestando serviço em 46 estados e no Distrito de Columbia . [433] [434]

Os transportes são a maior fonte de emissões de gases de efeito estufa dos Estados Unidos , que são a segunda maior por país, superada apenas pela China . [435] Os Estados Unidos têm sido historicamente o maior produtor mundial de gases de efeito estufa, e as emissões de gases de efeito estufa per capita permanecem altas. [436]

Energia

O mercado de energia dos Estados Unidos gira em torno de 29.000 terawatts-hora por ano. [437] Em 2018, 37% dessa energia vinha do petróleo, 31% do gás natural e 13% do carvão. O restante foi fornecido por fontes de energia nuclear e renováveis . [438]

Cultura

Para muitos imigrantes, a Estátua da Liberdade foi sua primeira visão dos Estados Unidos. Significou novas oportunidades na vida e, portanto, a estátua é um símbolo icônico do sonho americano , bem como de seus ideais. [439]

Os Estados Unidos abrigam muitas culturas e uma ampla variedade de grupos étnicos, tradições e valores. [440] [441] Além das populações nativas americanas , nativas havaianas e nativas do Alasca , quase todos os americanos ou seus ancestrais imigraram nos últimos cinco séculos. [442] A cultura americana dominante é uma cultura ocidental em grande parte derivada das tradições de imigrantes europeus com influências de muitas outras fontes, como tradições trazidas por escravos da África . [440] [443] Mais recente imigração da Ásiae, especialmente, a América Latina acrescentou a uma mistura cultural que tem sido descrita como um caldeirão homogeneizador e uma tigela de salada heterogênea na qual os imigrantes e seus descendentes mantêm características culturais distintas. [440]

Os americanos têm sido tradicionalmente caracterizados por uma forte ética de trabalho , competitividade e individualismo, [444] bem como uma crença unificadora em um " credo americano " enfatizando a liberdade, igualdade, propriedade privada, democracia, estado de direito e uma preferência pelo limitado governo. [445] Os americanos são extremamente caridosos para os padrões globais: de acordo com um estudo britânico de 2006, os americanos doaram 1,67% do PIB para a caridade, mais do que qualquer outra nação estudada. [446] [447] [448]

O sonho americano , ou a percepção de que os americanos desfrutam de alta mobilidade social , desempenha um papel fundamental na atração de imigrantes. [449] Se essa percepção é precisa tem sido um tópico de debate. [450] [451] [452] Enquanto a cultura dominante sustenta que os Estados Unidos são uma sociedade sem classes , [453] os estudiosos identificam diferenças significativas entre as classes sociais do país, afetando a socialização , a linguagem e os valores. [454] Os americanos tendem a valorizar muito o desempenho socioeconômico, mas ser comum ou mediano também é geralmente visto como um atributo positivo. [455]

Literatura, filosofia e artes visuais

Mark Twain , escritor e humorista americano

No século XVIII e no início do século XIX, a arte e a literatura americanas foram inspiradas na Europa. Escritores como Washington Irving , Nathaniel Hawthorne , Edgar Allan Poe e Henry David Thoreau estabeleceram uma voz literária americana distinta em meados do século XIX. Mark Twain e o poeta Walt Whitman foram figuras importantes na segunda metade do século; Emily Dickinson , virtualmente desconhecida durante sua vida, agora é reconhecida como uma poetisa americana essencial. [456] Um trabalho visto como captar aspectos fundamentais da experiência nacional e caráter, como Herman Melville do Moby-Dick(1851), de Mark Twain As Aventuras de Huckleberry Finn (1885), F. Scott Fitzgerald 's O Grande Gatsby (1925) e Harper Lee ' s To Kill a Mockingbird (1960) -podem ser apelidado de " Grande Romance Americano ". [457]

Treze cidadãos americanos ganharam o Prêmio Nobel de Literatura . William Faulkner , Ernest Hemingway e John Steinbeck são frequentemente citados entre os escritores mais influentes do século XX. [458] Gêneros literários populares, como o ocidental e a ficção policial hardboiled desenvolvidos nos Estados Unidos. Os escritores da Geração Beat abriram novas abordagens literárias, assim como autores pós-modernistas como John Barth , Thomas Pynchon e Don DeLillo . [459]

Os transcendentalistas , liderados por Thoreau e Ralph Waldo Emerson , estabeleceram o primeiro grande movimento filosófico americano . Após a Guerra Civil, Charles Sanders Peirce e depois William James e John Dewey foram líderes no desenvolvimento do pragmatismo . No século 20, o trabalho de WVO Quine e Richard Rorty , e mais tarde Noam Chomsky , trouxe a filosofia analítica para o primeiro plano da academia filosófica americana. John Rawls e Robert Nozick também lideraram um renascimento da filosofia política.

Nas artes visuais, a Escola do Rio Hudson foi um movimento de meados do século 19 na tradição do naturalismo europeu . O Armory Show de 1913 na cidade de Nova York, uma exposição de arte modernista europeia , chocou o público e transformou o cenário artístico dos Estados Unidos. [460] Georgia O'Keeffe , Marsden Hartley e outros experimentaram novos estilos individualistas. Principais movimentos artísticos, como o expressionismo abstrato de Jackson Pollock e Willem de Kooning e a arte pop de Andy Warhol e Roy Lichtensteindesenvolvido principalmente nos Estados Unidos. A maré do modernismo e depois do pós - modernismo trouxe fama para arquitetos americanos como Frank Lloyd Wright , Philip Johnson e Frank Gehry . [461] Os americanos têm sido importantes no meio artístico moderno da fotografia , com grandes fotógrafos, incluindo Alfred Stieglitz , Edward Steichen , Edward Weston e Ansel Adams . [462]

Comida

Peru assado é um item tradicional do menu de um jantar americano de Ação de Graças . [463]

Os primeiros colonizadores foram apresentados pelos nativos americanos a alimentos indígenas não europeus como peru, batata-doce, milho, abóbora e xarope de bordo. Eles e os imigrantes posteriores combinaram-nos com alimentos que conheciam, como farinha de trigo, [464] carne e leite para criar uma culinária americana distinta. [465] [466]

Alimentos caseiros fazem parte de um menu nacional compartilhado em um dos feriados mais populares da América, o Dia de Ação de Graças , quando alguns americanos fazem comidas tradicionais para celebrar a ocasião. [467]

A indústria americana de fast food , a maior do mundo, [468] foi pioneira no formato drive-through na década de 1940. [469] Pratos característicos como torta de maçã , frango frito , pizza , hambúrgueres e cachorros-quentes derivam das receitas de vários imigrantes. Batatas fritas, pratos mexicanos como burritos e tacos e pratos de massa livremente adaptados de fontes italianas são amplamente consumidos. [470] Os americanos bebem três vezes mais café do que chá. [471]Comercialização por indústrias norte-americanas é em grande parte responsável por fazer suco de laranja e leite onipresentes café da manhã bebidas. [472] [473]

Música

Um dos primeiros compositores da América foi um homem chamado William Billings que, nascido em Boston, compôs hinos patrióticos na década de 1770. [474] A partir de 1800, John Philip Sousa é considerado um dos maiores compositores da América. [475]

Embora pouco conhecido na época, o trabalho de Charles Ives da década de 1910 estabeleceu-o como o primeiro grande compositor americano na tradição clássica, enquanto experimentalistas como Henry Cowell e John Cage criaram uma abordagem americana distinta para a composição clássica. Aaron Copland e George Gershwin desenvolveram uma nova síntese da música popular e clássica.

Os estilos rítmicos e líricos da música afro-americana influenciaram profundamente a música americana em geral, distinguindo-a das tradições europeias e africanas. Elementos populares expressões idiomáticas, como os azuis e que hoje é conhecido como música dos velhos tempos foram adotadas e transformadas em gêneros populares com audiências globais. O jazz foi desenvolvido por inovadores como Louis Armstrong e Duke Ellington no início do século XX. A música country se desenvolveu na década de 1920 e o rhythm and blues na década de 1940. [476]

Elvis Presley e Chuck Berry estavam entre os pioneiros do rock and roll em meados da década de 1950 . Bandas de rock como Metallica , The Eagles e Aerosmith estão entre as que mais faturam em vendas mundiais. [477] [478] [479] Na década de 1960, Bob Dylan emergiu do revival folk para se tornar um dos compositores mais famosos da América e James Brown liderou o desenvolvimento do funk .

As criações americanas mais recentes incluem hip hop , salsa , techno e house music . Estrelas pop americanas como Bing Crosby , Elvis Presley , Michael Jackson e Madonna se tornaram celebridades globais, [476] assim como artistas musicais contemporâneos como Prince , Mariah Carey , Jennifer Lopez , Justin Timberlake , Britney Spears , Christina Aguilera , Beyoncé , Bruno Marte , Katy Perry ,Lady Gaga , Taylor Swift e Ariana Grande . [480] [ importância? ]

Cinema

O letreiro de Hollywood em Los Angeles , Califórnia

Hollywood , um distrito ao norte de Los Angeles , Califórnia, é um dos líderes na produção de filmes. [481] A primeira exibição comercial de cinema do mundo foi apresentada na cidade de Nova York em 1894, usando o cinetoscópio de Thomas Edison . [482] Desde o início do século 20, a indústria cinematográfica dos Estados Unidos se baseou em grande parte em e ao redor de Hollywood, embora no século 21 um número crescente de filmes não seja feito lá e as empresas cinematográficas tenham sido sujeitas às forças da globalização. [483]

O diretor DW Griffith , o maior cineasta americano durante o período do cinema mudo , [ carece de fontes? ] Foi fundamental para o desenvolvimento da gramática do cinema , e o produtor / empresário Walt Disney foi um líder em filmes de animação e merchandising de filmes . [484] Diretores como John Ford redefiniram a imagem do Velho Oeste americano e, como outros como John Huston , ampliaram as possibilidades do cinema com a filmagem em locações. A indústria desfrutou de seus anos dourados, no que é comumente referido como o "Golden Age of Hollywood ", desde o início do período do som até o início dos anos 1960, [485] com atores de tela como John Wayne e Marilyn Monroe tornando-se figuras icônicas. [486] [487] Na década de 1970," Nova Hollywood "ou" Hollywood Renaissance " [488] foi definido por filmes mais corajosos influenciados por imagens realistas francesas e italianas do período pós-guerra . [489] Em tempos mais recentes, diretores como Steven Spielberg , George Lucas e James Cameron ganharam renome por seus filmes de grande sucesso, muitas vezes caracterizados por altos custos de produção e lucros.

Filmes notáveis no topo da American Film Institute 's AFI 100 lista incluem Orson Welles ' s Cidadão Kane (1941), que é frequentemente citado como o maior filme de todos os tempos, [490] [491] Casablanca (1942), O Poderoso Chefão (1972 ), E o Vento Levou (1939), Lawrence da Arábia (1962), O Mágico de Oz (1939), O Graduado (1967), On the Waterfront (1954), Lista de Schindler (1993), Singin 'in the Rain ( 1952), É uma vida maravilhosa (1946) eSunset Boulevard (1950). [492] O Oscar , popularmente conhecido como Oscar, é realizado anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas desde 1929, [493] e o Golden Globe Awards é realizado anualmente desde janeiro de 1944. [494]

Esportes

Os esportes mais populares nos Estados Unidos são futebol americano , basquete , beisebol e hóquei no gelo . [495]

O futebol americano é, sob vários aspectos, o esporte mais popular para os espectadores; [496] a National Football League (NFL) tem a maior média de participação de qualquer liga esportiva do mundo, e o Super Bowl é assistido por dezenas de milhões em todo o mundo. O beisebol é considerado o esporte nacional dos Estados Unidos desde o final do século 19, com a Major League Baseball (MLB) sendo a liga principal. O basquete e o hóquei no gelo são os próximos dois esportes coletivos profissionais mais importantes do país , com as principais ligas sendo a National Basketball Association (NBA) e aLiga Nacional de Hóquei (NHL). O futebol americano universitário e o basquete atraem um grande público. [497] No futebol (esporte que ganhou espaço nos Estados Unidos desde meados da década de 1990), o país sediou a Copa do Mundo FIFA de 1994 , a seleção masculina de futebol se classificou para dez Copas do Mundo e a seleção feminina venceu o Copa do Mundo Feminina da FIFA quatro vezes; A Major League Soccer é a liga mais alta do esporte nos Estados Unidos (com 23 times americanos e três canadenses). O mercado de esportes profissionais nos Estados Unidos é de aproximadamente US $ 69 bilhões, aproximadamente 50% maior do que toda a Europa, Oriente Médio e África combinados. [498]

Oito Jogos Olímpicos aconteceram nos Estados Unidos. Os Jogos Olímpicos de Verão de 1904 em St. Louis , Missouri , foram os primeiros Jogos Olímpicos realizados fora da Europa. [499] Em 2017 , os Estados Unidos ganharam 2.522 medalhas nos Jogos Olímpicos de Verão , mais do que qualquer outro país, e 305 nos Jogos Olímpicos de Inverno , o segundo mais atrás da Noruega. [500] Enquanto a maioria dos principais esportes dos EUA, como beisebol e futebol americano, evoluíram a partir de práticas europeias, basquete , vôlei , skatee o snowboard são invenções americanas, algumas das quais se tornaram populares em todo o mundo. [501] O lacrosse e o surfe surgiram das atividades dos índios americanos e havaianos anteriores ao contato ocidental. [502] Os esportes individuais mais assistidos são golfe e automobilismo , especialmente NASCAR e IndyCar . [503] [504]

Mídia de massa

A sede da National Broadcasting Company (NBC) em 30 Rockefeller Plaza na cidade de Nova York

As quatro principais emissoras nos Estados Unidos são a National Broadcasting Company (NBC), a Columbia Broadcasting System (CBS), a American Broadcasting Company (ABC) e a Fox Broadcasting Company (FOX). As quatro principais redes de televisão aberta são todas entidades comerciais. A televisão a cabo oferece centenas de canais para uma variedade de nichos. [505] Os americanos ouvem programas de rádio, também amplamente comerciais, em média pouco mais de duas horas e meia por dia. [506]

Em 1998, o número de estações de rádio comerciais nos Estados Unidos cresceu para 4.793 estações AM e 5.662 estações FM. Além disso, existem 1.460 estações de rádio públicas. A maioria dessas estações são administradas por universidades e autoridades públicas para fins educacionais e são financiadas por fundos públicos ou privados, assinaturas e subscrição corporativa. Grande parte da transmissão de rádio pública é fornecida pela NPR . A NPR foi incorporada em fevereiro de 1970 sob o Public Broadcasting Act de 1967 ; sua contraparte televisiva, a PBS , foi criada pela mesma legislação. Em 30 de setembro de 2014 , havia 15.433 estações de rádio full-power licenciadas nos EUA, de acordo com a Federal Communications Commission (FCC) dos EUA. [507]

Jornais conhecidos incluem The Wall Street Journal , The New York Times e USA Today . [508] Embora o custo de publicação tenha aumentado ao longo dos anos, o preço dos jornais tem geralmente permanecido baixo, forçando os jornais a depender mais da receita de publicidade e de artigos fornecidos por um grande serviço de notícias, como a Associated Press ou Reuters , para sua cobertura nacional e mundial. Com muito poucas exceções, todos os jornais nos Estados Unidos são propriedade privada, seja por grandes redes como Gannett ou McClatchy, que possui dezenas ou mesmo centenas de jornais; por pequenas cadeias que possuem um punhado de papéis; ou em uma situação cada vez mais rara, por indivíduos ou famílias. As grandes cidades costumam ter "semanários alternativos" para complementar os jornais diários convencionais, como The Village Voice , de Nova York, ou LA Weekly, de Los Angeles . As grandes cidades também podem apoiar um jornal de negócios local, jornais comerciais relacionados às indústrias locais e jornais para grupos étnicos e sociais locais. Além de portais da web e mecanismos de pesquisa , os sites mais populares são Facebook , YouTube , Wikipedia , Yahoo! , eBay , Amazone Twitter . [509]

Mais de 800 publicações são produzidas em espanhol, o segundo idioma mais usado nos Estados Unidos, atrás apenas do inglês. [510] [511]

Veja também

  • Índice de artigos relacionados aos Estados Unidos
  • Listas de tópicos estaduais dos EUA
  • Esboço dos Estados Unidos

Notas

  1. ^ Inglês é o idioma oficial de 32 estados; Inglês e havaiano são línguas oficiais no Havaí , e inglês e 20 línguas indígenas são oficiais no Alasca . Algonquiano , Cherokee e Sioux estão entre muitas outras línguas oficiais em terras controladas por nativos em todo o país. O francês é umidioma de fato , mas não oficial, no Maine e na Louisiana , enquanto alei do Novo México concede o espanholum status especial. Em cinco territórios, o inglês e também uma ou mais línguas indígenas são oficiais: espanhol em Porto Rico, Samoan na Samoa Americana, Chamorro no Guam e nas Ilhas Marianas do Norte. Carolinian também é uma língua oficial nas Ilhas Marianas do Norte. [6] [7]
  2. ^ O demoníaco histórico e informal Yankee tem sido aplicado aos americanos, habitantes da Nova Inglaterra ou nordestinos desde o século XVIII.
  3. ^ Também presidente do Senado .
  4. ^ a b c A Encyclopædia Britannica lista a China como o terceiro maior país do mundo (depois da Rússia e do Canadá), com uma área total de 9.572.900 km 2 (3.696.100 sq mi), [18] e os Estados Unidos como o quarto maior, com 9.526.468 km 2 (3.678.190 MI quadrado). Este número para os Estados Unidos é inferior ao citado no CIA World Factbook porque exclui as águas costeiras e territoriais. [19]
    O CIA World Factbook lista os Estados Unidos como o terceiro maior país (depois da Rússia e do Canadá), com área total de 9.833.517 km 2 (3.796.742 MI quadrado), [20]e a China como a quarta maior com 9.596.960 km 2 (3.705.410 sq mi). [21] Este número para os Estados Unidos é maior do que na Encyclopædia Britannica porque inclui águas costeiras e territoriais.
  5. ^ Exclui Porto Rico e as outras ilhas não incorporadas porque são contadas separadamente nasestatísticas do censo dos EUA .
  6. ^ Consulte Horário nos Estados Unidos para obter detalhes sobre as leis que regem os fusos horários nos Estados Unidos.
  7. ^ Os motoristas nas Ilhas Virgens dos Estados Unidos dirigem à esquerda, tornando-a a única jurisdição dos Estados Unidos a usar o trânsito pela esquerda , em oposição ao trânsito pela direita .
  8. ^ Os cinco territórios principais são Samoa Americana , Guam , as Ilhas Marianas do Norte , Porto Rico e as Ilhas Virgens dos Estados Unidos . Existem onze áreas insulares menores sem populações permanentes: Ilha Baker , Ilha Howland , Ilha Jarvis , Atol Johnston , Recife Kingman , Atol Midway e Atol Palmyra . A soberania dos EUA sobre o Banco Bajo Nuevo , Ilha Navassa , Banco Serranilla e Ilha Wake é contestada.[17]
  9. ^ Inupiaq , Siberian Yupik , Central do Alasca Yup'ik , Alutiiq , Unanga (Aleut), Dena'ina , Deg Xinag , Holikachuk , Koyukon , superior Kuskokwim , Gwich'in , Tanana , superior Tanana , Tanacross , Hän , Ahtna , Eyak , Tlingit , Haida , e Tsimshian .
  10. ^ As pessoas nascidas na Samoa Americana não são cidadãs dos Estados Unidos, a menos que um dos pais seja cidadão dos Estados Unidos. [308] Em 2019, um tribunal decidiu que os samoanos americanos são cidadãos dos Estados Unidos, mas o litígio está em andamento. [309] [310]

Referências

  1. ^ 36 USC  § 302
  2. ^ a b c d "O grande selo dos Estados Unidos" (PDF) . Departamento de Estado dos EUA , Departamento de Relações Públicas . 2003 . Recuperado em 12 de fevereiro de 2020 .
  3. ^ "Um ato para fazer da bandeira star spangled o hino nacional dos Estados Unidos da América". HR 14, Lei de 3 de março de 1931 . 71º Congresso dos Estados Unidos .   
  4. ^ Kidder & Oppenheim 2007 , p. 91.
  5. ^ "uscode.house.gov" . Lei pública 105-225 . uscode.house.gov. 12 de agosto de 1999. pp. 112 Stat. 1263 . Recuperado em 10 de setembro de 2017 . Artigo 304. “A composição de John Philip Sousa intitulada 'The Stars and Stripes Forever' é a marcha nacional.”
  6. ^ Cobarrubias 1983 , p. 195.
  7. ^ García , 2011 , p. 167
  8. ^ a b "QuickFacts do departamento do censo dos EU: Estados Unidos" . Censo dos Estados Unidos . Recuperado em 21 de janeiro de 2020 .
  9. ^ Compton's Pictured Encyclopedia and Fact-index: Ohio . 1963. p. 336.
  10. ^ Áreas dos 50 estados e do Distrito de Columbia, mas não de Porto Rico nem de outros territórios insulares por "Medidas de área estaduais e coordenadas de pontos internos" . Census.gov . Agosto de 2010 . Recuperado em 31 de março de 2020 . refletem atualizações de recursos de base feitas no banco de dados MAF / TIGER até agosto de 2010.
  11. ^ "Água de superfície e mudança de água de superfície" . Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) . Recuperado em 11 de outubro de 2020 .
  12. ^ "Estimativas anuais da população residente: 1 de abril de 2010 a 1 de julho de 2016" . Censo dos Estados Unidos . Arquivado do original em 14 de fevereiro de 2020 . Recuperado em 25 de julho de 2017 . A estimativa de 2016 é de 1º de julho de 2016. O censo de 2010 é de 1º de abril de 2010.
  13. ^ a b c d "Base de dados econômica mundial da probabilidade, em outubro de 2020" . IMF.org . Fundo Monetário Internacional . Recuperado em 30 de março de 2020 .
  14. ^ "A desigualdade de renda na América é a mais alta desde que o Census Bureau começou a rastreá-la, mostram os dados" . The Washington Post . Recuperado em 27 de julho de 2020 .
  15. ^ "Relatório de desenvolvimento humano 2020: A fronteira seguinte: Desenvolvimento humano e o Antropoceno" (PDF) . Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas . 15 de dezembro de 2020 . Recuperado em 15 de dezembro de 2020 .
  16. ^ OECD (2004), "Generic Top Level Domain Names: Market Development and Allocation Issues", OECD Digital Economy Papers, No. 84, OECD Publishing, Paris, https://doi.org/10.1787/232630011251 .
  17. ^ Departamento de Estado dos EUA, Documento do Núcleo Comum ao Comitê de Direitos Humanos da ONU , 30 de dezembro de 2011, Item 22, 27, 80. E Relatório do Escritório de Contabilidade Geral dos EUA , Áreas Insulares dos EUA: aplicação da Constituição dos EUA , novembro de 1997, pp. 1 , 6, 39n. Ambos vistos em 6 de abril de 2016.
  18. ^ "China" . Encyclopædia Britannica . Recuperado em 31 de janeiro de 2010 .
  19. ^ "Estados Unidos" . Encyclopædia Britannica . Arquivado do original em 19 de dezembro de 2013 . Recuperado em 31 de janeiro de 2010 .
  20. ^ "Estados Unidos" . CIA World Factbook . Recuperado em 10 de junho de 2016 .
  21. ^ "China" . CIA World Factbook . Recuperado em 10 de junho de 2016 .
  22. ^ Cohen, 2004: History and the Hyperpower
    BBC, abril de 2008: Perfil do país: Estados Unidos da América "Tendências geográficas da produção de pesquisa" . Tendências de pesquisa . Recuperado em 16 de março de 2014 .

    “Os 20 melhores países em produção científica” . Semana de acesso aberto . Recuperado em 16 de março de 2014 .
    "Patentes concedidas" . Escritório Europeu de Patentes . Recuperado em 16 de março de 2014 .
  23. ^ Sider 2007 , p. 226.
  24. ^ Szalay, Jessie (20 de setembro de 2017). "Amerigo Vespucci: Facts, Biography & Naming of America" . Ciência Viva . Recuperado em 23 de junho de 2019 .
  25. ^ Jonathan Cohen. "A nomeação da América: fragmentos que protegemos contra nós mesmos" . Recuperado em 3 de fevereiro de 2014 .
  26. ^ DeLear, Byron (4 de julho de 2013) Quem cunhou 'Estados Unidos da América'? O mistério pode ter uma resposta intrigante. "Os historiadores há muito tentam identificar exatamente quando o nome 'Estados Unidos da América' foi usado pela primeira vez e por quem ... Esta última descoberta vem em uma carta que Stephen Moylan, esq., Escreveu ao Coronel Joseph Reed do Exército Continental Sede em Cambridge, Massachusetts, durante o Cerco de Boston. Os dois homens viveram com Washington em Cambridge, com Reed servindo como secretário militar favorito de Washington e Moylan desempenhando o papel durante a ausência de Reed. " Christian Science Monitor (Boston, MA).
  27. ^ Touba, Mariam (5 de novembro de 2014) Quem inventou a frase 'Estados Unidos da América'? Você nunca pode adivinhar "Aqui, em 2 de janeiro de 1776, sete meses antes da Declaração da Independência e uma semana antes da publicação do Senso Comum de Paine, Stephen Moylan, secretário interino do general George Washington, explica: 'Eu gostaria ir com plenos e amplos poderes dos Estados Unidos da América à Espanha 'para buscar ajuda estrangeira para a causa. " Museu e biblioteca da Sociedade Histórica de Nova York
  28. ^ Fay, John (15 de julho de 2016) O esquecido irlandês que chamou os 'Estados Unidos da América' "De acordo com a Sociedade Histórica de NY, Stephen Moylan foi o homem responsável pelo primeiro uso documentado da frase 'Estados Unidos da América' . Mas quem era Stephen Moylan? " IrishCentral.com
  29. ^ " " Para os habitantes da Virgínia ", por A PLANTER . Dixon e Hunter's. 6 de abril de 1776, Williamsburg, Virginia. A carta também está incluída nos Arquivos Americanos de Peter Force " . The Virginia Gazette . 5 (1287). Arquivado do original em 19 de dezembro de 2014.
  30. ^ a b c Safire 2003 , p. 199
  31. ^ Mostert 2005 , p. 18
  32. ^ Historiador Daniel Immerwahr, falando sobre Becoming America - NPR Thrline Podcast
  33. ^ Wilson, Kenneth G. (1993). O guia de Columbia para o inglês americano padrão . Nova York: Columbia University Press. pp.  27–28 . ISBN 978-0-231-06989-2.
  34. ^ Erlandson, Rick & Vellanoweth 2008 , p. 19
  35. ^ Savage 2011 , p. 55.
  36. ^ Haviland, Walrath & Prins 2013 , p. 219.
  37. ^ Waters & Stafford 2007 , pp. 1122–1126.
  38. ^ Flannery 2015 , pp. 173–185.
  39. ^ Gelo 2018 , pp. 79–80.
  40. ^ Lockard 2010 , p. 315.
  41. ^ Martinez, Sage & Ono 2016 , p. 4
  42. ^ Fagan 2016 , p. 390.
  43. ^ Dean R. Snow (1994). O Iroquois . Blackwell Publishers, Ltd. ISBN 978-1-55786-938-8. Recuperado em 16 de julho de 2010 .
  44. ^ a b c Perdue & Green 2005 , p. 40
  45. ^ a b Haines, Haines & Steckel 2000 , p. 12
  46. ^ Thornton 1998 , p. 34
  47. ^ Fernando Operé (2008). Cativeiro indígena na América espanhola: narrativas de fronteira . University of Virginia Press. p. 1. ISBN 978-0-8139-2587-5.
  48. ^ "St. Augustine Florida, a cidade mais antiga da nação" . staugustine.com .
  49. ^ Christine Marie Petto (2007). Quando a França era o rei da cartografia: o patrocínio e a produção de mapas na França moderna . Lexington Books. p. 125. ISBN 978-0-7391-6247-7.
  50. ^ James E. Seelye Jr .; Shawn Selby (2018). Shaping North America: From Exploration to the American Revolution [3 volumes] . ABC-CLIO. p. 344. ISBN 978-1-4408-3669-5.
  51. ^ Robert Neelly Bellah; Richard Madsen; William M. Sullivan; Ann Swidler; Steven M. Tipton (1985). Hábitos do Coração: Individualismo e Compromisso na Vida Americana . University of California Press. p. 220. ISBN 978-0-520-05388-5. OL  7708974M .
  52. ^ Remini 2007 , pp. 2-3
  53. ^ Johnson 1997 , pp. 26-30
  54. ^ Ripper, 2008 p. 6
  55. ^ Ripper, 2008 p. 5
  56. ^ Calloway, 1998 , p. 55
  57. ^ Joseph 2016 , p. 590.
  58. ^ Cozinheiro, nobre (1998). Born to Die: Disease and New World Conquest, 1492–1650 . Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-62730-6.
  59. ^ Treuer, David. “O novo livro 'The Other Slavery' vai fazer você repensar a história americana” . The Los Angeles Times . Recuperado em 10 de outubro de 2019 .
  60. ^ Stannard, 1993 pág. xii
  61. ^ " The Cambridge encyclopedia of human paleopathology Archived February 8, 2016, at the Wayback Machine ". Arthur C. Aufderheide, Conrado Rodríguez-Martín, Odin Langsjoen (1998). Cambridge University Press . p. 205. ISBN 978-0-521-55203-5 
  62. ^ Bianchine, Russo, 1992 pp. 225–232
  63. ^ Jackson, LP (1924). "Marinheiros elisabetanos e o tráfico de escravos africanos". The Journal of Negro History . 9 (1): 1–17. doi : 10.2307 / 2713432 . JSTOR 2713432 . S2CID 150232893 .  
  64. ^ Tadman, 2000 , p. 1534
  65. ^ Schneider, 2007 , p. 484
  66. ^ Lien, 1913 , pág. 522
  67. ^ Davis, 1996 , p. 7
  68. ^ Quirk, 2011 , p. 195
  69. ^ Bilhartz, Terry D .; Elliott, Alan C. (2007). Currents in American History: A Brief History of the United States . ME Sharpe. ISBN 978-0-7656-1817-7.
  70. ^ Madeira, Gordon S. (1998). A Criação da República Americana, 1776–1787 . UNC Press Books. p. 263. ISBN 978-0-8078-4723-7.
  71. ^ Walton, 2009 , pp. 38-39
  72. ^ Foner, Eric (1998). The Story of American Freedom (1ª ed.). WW Norton. pp.  4 –5. ISBN 978-0-393-04665-6. história da liberdade americana.
  73. ^ Walton, 2009 , p. 35
  74. ^ Otis, James (1763). Os direitos das colônias britânicas afirmados e comprovados .
  75. ^ Humphrey, Carol Sue (2003). A era revolucionária: documentos primários sobre eventos de 1776 a 1800 . Publicação de Greenwood. pp. 8–10. ISBN 978-0-313-32083-5.
  76. ^ a b Fabian Young, Alfred; Nash, Gary B .; Raphael, Ray (2011). Fundadores revolucionários: rebeldes, radicais e reformadores na formação da nação . Random House Digital. pp. 4-7. ISBN 978-0-307-27110-5.
  77. ^ Wait, Eugene M. (1999). América e a Guerra de 1812 . Nova Publishers. p. 78. ISBN 978-1-56072-644-9.
  78. ^ Boyer, 2007 , pp. 192-193
  79. ^ Cogliano, Francis D. (2008). Thomas Jefferson: Reputação e Legado . University of Virginia Press. p. 219. ISBN 978-0-8139-2733-6.
  80. ^ Walton, 2009 , p. 43
  81. ^ Gordon, 2004 , pp. 27,29
  82. ^ Clark, Mary Ann (maio de 2012). Em seguida, cantaremos uma nova canção: Influências africanas no cenário religioso da América . Rowman e Littlefield. p. 47 . ISBN 978-1-4422-0881-0.
  83. ^ Heinemann, Ronald L., et al., Old Dominion, New Commonwealth: a history of Virginia 1607–2007, 2007 ISBN 978-0-8139-2609-4 , p. 197 
  84. ^ a b Carlisle, Rodney P .; Golson, J. Geoffrey (2007). Destino manifesto e a expansão da América . Pontos decisivos na série histórica. ABC-CLIO. p. 238. ISBN 978-1-85109-833-0.
  85. ^ Billington, Ray Allen; Ridge, Martin (2001). Westward Expansion: A History of the American Frontier . UNM Press. p. 22 . ISBN 978-0-8263-1981-4.
  86. ^ "Compra em Louisiana" (PDF) . Serviços do Parque Nacional . Recuperado em 1 de março de 2011 .
  87. ^ Klose, Nelson; Jones, Robert F. (1994). História dos Estados Unidos até 1877 . Série Educacional de Barron. p. 150 . ISBN 978-0-8120-1834-9.
  88. ^ Morrison, Michael A. (28 de abril de 1997). Slavery and the American West: The Eclipse of Manifest Destiny and the Coming of the Civil War . University of North Carolina Press. pp. 13–21. ISBN 978-0-8078-4796-1.
  89. ^ Kemp, Roger L. (2010). Documents of American Democracy: A Collection of Essential Works . McFarland. p. 180. ISBN 978-0-7864-4210-2. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  90. ^ McIlwraith, Thomas F .; Muller, Edward K. (2001). América do Norte: a geografia histórica de um continente em mudança . Rowman e Littlefield. p. 61 . ISBN 978-0-7425-0019-8. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  91. ^ Wolf, Jessica. "Revelando a história do genocídio contra os nativos americanos da Califórnia" . Redação da UCLA . Recuperado em 8 de julho de 2018 .
  92. ^ Rawls, James J. (1999). Um estado dourado: mineração e desenvolvimento econômico na corrida do ouro na Califórnia . University of California Press. p. 20. ISBN 978-0-520-21771-3.
  93. ^ Paul Fryer, "Building an American Empire: The Era of Territorial and Political Expansion," (Princeton: Princeton University Press, 2017)
  94. ^ Preto, Jeremy (2011). Fighting for America: The Struggle for Mastery in North America, 1519–1871 . Indiana University Press. p. 275. ISBN 978-0-253-35660-4.
  95. ^ Stuart Murray (2004). Atlas da História Militar Americana . Publicação da Infobase. p. 76. ISBN 978-1-4381-3025-5. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
    Harold T. Lewis (2001). Testemunha Social Cristã . Rowman e Littlefield. p. 53. ISBN 978-1-56101-188-9.
  96. ^ O'Brien, Patrick Karl (2002). Atlas of World History (edição concisa). New York, NY: Oxford University Press. p. 184. ISBN 978-0-19-521921-0.
  97. ^ Vinovskis, Maris (1990). Rumo a uma história social da guerra civil americana: ensaios exploratórios . Cambridge; Nova York: Cambridge University Press. p. 4. ISBN 978-0-521-39559-5.
  98. ^ Shearer Davis Bowman (1993). Mestres e senhores: Plantadores americanos de meados do século XIX e Junkers prussianos . Oxford UP. p. 221 . ISBN 978-0-19-536394-4.
  99. ^ Jason E. Pierce (2016). Fazendo o Oeste do Homem Branco: Brancura e a Criação do Oeste Americano . University Press of Colorado. p. 256. ISBN 978-1-60732-396-9.
  100. ^ Marie Price; Lisa Benton-Short (2008). Migrantes para a metrópole: a ascensão das cidades-portal de imigrantes . Syracuse University Press. p. 51. ISBN 978-0-8156-3186-6.
  101. ^ John Powell (2009). Enciclopédia de Imigração da América do Norte . Publicação da Infobase. p. 74. ISBN 978-1-4381-1012-7. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  102. ^ Winchester, pp. 351, 385
  103. ^ Michno, Gregory (2003). Encyclopedia of Indian Wars: Western Battles and Skirmishes, 1850–1890 . Publicação da Mountain Press. ISBN 978-0-87842-468-9.
  104. ^ "Rumo a uma economia de mercado" . CliffsNotes . Houghton Mifflin Harcourt . Recuperado em 23 de dezembro de 2014 .
  105. ^ "Compra do Alasca, 1867" . Escritório do Historiador . Departamento de Estado dos EUA . Recuperado em 23 de dezembro de 2014 .
  106. ^ "A Guerra Hispano-Americana, 1898" . Escritório do Historiador . Departamento de Estado dos EUA . Recuperado em 24 de dezembro de 2014 .
  107. ^ Ryden, George Herbert. A política externa dos Estados Unidos em relação a Samoa . Nova York: Octagon Books, 1975.
  108. ^ "História das Ilhas Virgens" . Vinow.com . Recuperado em 5 de janeiro de 2018 .
  109. ^ Kirkland, Edward. Industry Comes of Age: Business, Labour and Public Policy (1961 ed.). pp. 400–405.
  110. ^ Zinn, 2005 , pp. 321-357
  111. ^ Paige Meltzer, "The Pulse and Conscience of America" ​​The General Federation and Women's Citizenship, 1945–1960, "  Frontiers: A Journal of Women Studies  (2009), Vol. 30 Issue 3, pp. 52–76.
  112. ^ James Timberlake,  Prohibition and the Progressive Movement, 1900–1920  (Harvard UP, 1963)
  113. ^ George B. Tindall, "Business Progressivism: Southern Politics in the Twenties,"  South Atlantic Quarterly  62 (Winter 1963): 92-106.
  114. ^ McDuffie, Jerome; Piggrem, Gary Wayne; Woodworth, Steven E. (2005). Super revisão da história dos EUA . Piscataway, NJ: Research & Education Association. p. 418. ISBN 978-0-7386-0070-3 . 
  115. ^ Voris, Jacqueline Van (1996). Carrie Chapman Catt: A Public Life . Série Mulheres e Paz. New York City: Feminist Press at CUNY. p. vii. ISBN 978-1-55861-139-9. Carrie Chapmann Catt liderou um exército de mulheres sem poder em 1919 para pressionar o Congresso a aprovar a emenda constitucional que lhes dava o direito de votar e convenceu as legislaturas estaduais a ratificá-la em 1920. ... Catt era uma das mulheres mais conhecidas dos Estados Unidos Estados Unidos na primeira metade do século XX e estava em todas as listas de mulheres americanas famosas.
  116. ^ Winchester pp. 410-411
  117. ^ Axinn, junho; Stern, Mark J. (2007). Social Welfare: A History of the American Response to Need (7ª ed.). Boston: Allyn & Bacon. ISBN 978-0-205-52215-6.
  118. ^ Lemann, Nicholas (1991). A Terra Prometida: A Grande Migração Negra e como isso mudou a América . Nova York: Alfred A. Knopf. p. 6. ISBN 978-0-394-56004-5.
  119. ^ James Noble Gregory (1991). American Exodus: The Dust Bowl Migration e Okie Culture na Califórnia . Imprensa da Universidade de Oxford. ISBN 978-0-19-507136-8. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
    "Êxodo em massa das planícies" . Experiência americana . Fundação Educacional WGBH. 2013 . Recuperado em 5 de outubro de 2014 .
    Fanslow, Robin A. (6 de abril de 1997). “A Experiência do Migrante” . American Folklore Center . Biblioteca do Congresso . Recuperado em 5 de outubro de 2014 .
    Walter J. Stein (1973). Califórnia e a migração do Dust Bowl . Greenwood Press. ISBN 978-0-8371-6267-6. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  120. ^ O registro oficial da WRA de 1946 indica 120.000 pessoas. Veja War Relocation Authority (1946). The Evacuated People: A Quantitative Study . p. 8. Este número não inclui pessoas mantidas em outros campos, como aqueles administrados pelo DoJ ou pelo Exército dos EUA. Outras fontes podem fornecer números um pouco mais ou menos do que 120.000.
  121. ^ Yamasaki, Mitch. "Pearl Harbor e a entrada da América na Segunda Guerra Mundial: uma história documental" (PDF) . Internamento da Segunda Guerra Mundial no Havaí. Arquivado do original (PDF) em 13 de dezembro de 2014 . Recuperado em 14 de janeiro de 2015 .
  122. ^ Stoler, Mark A. "George C. Marshall and the" Europe-First "Strategy, 1939–1951: A Study in Diplomático, bem como História Militar" (PDF) . Recuperado em 4 de abril de 2016 .
  123. ^ Kelly, Brian. "The Four Policemen and. Postwar Planning, 1943–1945: The Collision of Realist and. Idealist Perspectives" . Recuperado em 21 de junho de 2014 .
  124. ^ Hoopes e Brinkley 1997 , p. 100
  125. ^ Gaddis 1972 , p. 25
  126. ^ Leland, Anne; Oboroceanu, Mari – Jana (26 de fevereiro de 2010). "Guerra americana e baixas em operações militares: listas e estatísticas" (PDF) . Serviço de Pesquisa do Congresso . Recuperado em 18 de fevereiro de 2011 . p. 2
  127. ^ Kennedy, Paul (1989). A ascensão e queda das grandes potências . Nova York: Vintage. p. 358. ISBN 978-0-679-72019-5 
  128. ^ "Os Estados Unidos e a Fundação das Nações Unidas, agosto de 1941 - outubro de 1945" . Departamento de Estado dos EUA, Escritório de Relações Públicas, Escritório do Historiador. Outubro de 2005 . Retirado em 11 de junho de 2007 .
  129. ^ Woodward, C. Vann (1947). A batalha pelo Golfo de Leyte . Nova York: Macmillan. ISBN 978-1-60239-194-9.
  130. ^ "As maiores batalhas navais da história militar: um exame mais detalhado das maiores e mais influentes batalhas navais da história mundial" . História Militar . Norwich University . Recuperado em 7 de março de 2015 .
  131. ^ "Por que o Japão se rendeu na Segunda Guerra Mundial? | The Japan Times" . The Japan Times . Recuperado em 8 de fevereiro de 2017 .
  132. ^ Pacific War Research Society (2006). Dia mais longo do Japão . Nova York: Oxford University Press. ISBN 978-4-7700-2887-7 . 
  133. ^ Wagg, Stephen; Andrews, David (2012). O Leste joga o Oeste: Esporte e a Guerra Fria . Routledge. p. 11. ISBN 978-1-134-24167-5.
  134. ^ Blakemore, Erin (22 de março de 2019). "O que foi a Guerra Fria?" . National Geographic . Recuperado em 28 de agosto de 2020 .
  135. ^ Blakeley, 2009 , p. 92
  136. ^ a b Collins, Michael (1988). Decolagem: A história da aventura da América no espaço . Nova York: Grove Press.
  137. ^ Chapman, Jessica M. (5 de agosto de 2016), "Origins of the Vietnam War" , Oxford Research Encyclopedia of American History , Oxford University Press, doi : 10.1093 / acrefore / 9780199329175.013.353 , ISBN 978-0-19-932917-5, recuperado em 28 de agosto de 2020
  138. ^ "Mulheres na Força de Trabalho: Um Databook" (PDF) . US Bureau of Labor Statistics. 2013. p. 11 . Recuperado em 21 de março de 2014 .
  139. ^ Winchester, pp. 305-308
  140. ^ Blas, Elisheva. "Sistema Nacional de Rodovias Interestaduais e de Defesa Dwight D. Eisenhower" (PDF) . societyforhistoryeducation.org . Sociedade de Educação em História . Recuperado em 19 de janeiro de 2015 .
  141. ^ Richard Lightner (2004). Hawaiian History: An Annotated Bibliography . Greenwood Publishing Group. p. 141. ISBN 978-0-313-28233-1.
  142. ^ "O movimento dos direitos civis" . PBS.org . Recuperado em 5 de janeiro de 2019 .
  143. ^ Dallek, Robert (2004). Lyndon B. Johnson: Retrato de um presidente . Imprensa da Universidade de Oxford. p. 169 . ISBN 978-0-19-515920-2.
  144. ^ "Nossos Documentos - Lei dos Direitos Civis (1964)" . Departamento de Justiça dos Estados Unidos . Recuperado em 28 de julho de 2010 .
  145. ^ "Observações na assinatura do projeto de lei de imigração, Liberty Island, Nova York" . 3 de outubro de 1965. Arquivado do original em 16 de maio de 2016 . Recuperado em 1 de janeiro de 2012 .
  146. ^ "Segurança Social" . ssa.gov . Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  147. ^ Soss, 2010 , p. 277
  148. ^ Fraser, 1989
  149. ^ Howell, Buddy Wayne (2006). The Rhetoric of Presidential Summit Diplomacy: Ronald Reagan and the US-Soviet Summits, 1985–1988 . Texas A&M University. p. 352. ISBN 978-0-549-41658-6. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
  150. ^ Kissinger, Henry (2011). Diplomacia . Simon & Schuster. pp. 781–784. ISBN 978-1-4391-2631-8. Recuperado em 25 de outubro de 2015 .
    Mann, James (2009). A rebelião de Ronald Reagan: uma história do fim da Guerra Fria . Pinguim. p. 432. ISBN 978-1-4406-8639-9.
  151. ^ Hayes, 2009
  152. ^ Charles Krauthammer , "The Unipolar Moment", Foreign Affairs , 70/1, (Winter 1990/1), 23-33.
  153. ^ Judt, Tony; Lacorne, Denis (2005). With Us Or Against Us: Studies in Global Anti-Americanism. Palgrave Macmillan. p. 61. ISBN 978-1-4039-8085-4.
    Richard J. Samuels (2005). Encyclopedia of United States National Security. Sage Publications. p. 666. ISBN 978-1-4522-6535-3.
    Paul R. Pillar (2001). Terrorism and U.S. Foreign Policy. Brookings Institution Press. p. 57. ISBN 978-0-8157-0004-3.
    Gabe T. Wang (2006). China and the Taiwan Issue: Impending War at Taiwan Strait. University Press of America. p. 179. ISBN 978-0-7618-3434-2.
    Understanding the "Victory Disease", From the Little Bighorn to Mogadishu and Beyond. Diane Publishing. 2004. p. 1. ISBN 978-1-4289-1052-2.
    Akis Kalaitzidis; Gregory W. Streich (2011). U.S. Foreign Policy: A Documentary and Reference Guide. ABC-CLIO. p. 313. ISBN 978-0-313-38375-5.
  154. ^ "Persian Gulf War". Encyclopædia Britannica. Encyclopædia Britannica, Inc. 2016. Retrieved January 24, 2017.
  155. ^ Winchester, pp. 420–423
  156. ^ Dale, Reginald (February 18, 2000). "Did Clinton Do It, or Was He Lucky?". The New York Times. Retrieved March 6, 2013.
    Mankiw, N. Gregory (2008). Macroeconomics. Cengage Learning. p. 559. ISBN 978-0-324-58999-3. Retrieved October 25, 2015.
  157. ^ "North American Free Trade Agreement (NAFTA) | United States Trade Representative". www.ustr.gov. Retrieved January 11, 2015.
    Thakur; Manab Thakur Gene E Burton B N Srivastava (1997). International Management: Concepts and Cases. Tata McGraw-Hill Education. pp. 334–335. ISBN 978-0-07-463395-3. Retrieved October 25, 2015.
    Akis Kalaitzidis; Gregory W. Streich (2011). U.S. Foreign Policy: A Documentary and Reference Guide. ABC-CLIO. p. 201. ISBN 978-0-313-38376-2.
  158. ^ Flashback 9/11: As It Happened. Fox News. September 9, 2011. Retrieved March 6, 2013.
    "America remembers Sept. 11 attacks 11 years later". CBS News. Associated Press. September 11, 2012. Retrieved March 6, 2013.
    "Day of Terror Video Archive". CNN. 2005. Retrieved March 6, 2013.
  159. ^ Walsh, Kenneth T. (December 9, 2008). "The 'War on Terror' Is Critical to President George W. Bush's Legacy". U.S. News & World Report. Retrieved March 6, 2013.
    Atkins, Stephen E. (2011). The 9/11 Encyclopedia: Second Edition. ABC-CLIO. p. 872. ISBN 978-1-59884-921-9. Retrieved October 25, 2015.
  160. ^ Wong, Edward (February 15, 2008). "Overview: The Iraq War". The New York Times. Retrieved March 7, 2013.
    Johnson, James Turner (2005). The War to Oust Saddam Hussein: Just War and the New Face of Conflict. Rowman & Littlefield. p. 159. ISBN 978-0-7425-4956-2. Retrieved October 25, 2015.
    Durando, Jessica; Green, Shannon Rae (December 21, 2011). "Timeline: Key moments in the Iraq War". USA Today. Associated Press. Retrieved March 7, 2013.
  161. ^ Cooper, Helene (May 1, 2011). "Obama Announces Killing of Osama bin Laden". The New York Times. Archived from the original on May 2, 2011. Retrieved May 1, 2011.
  162. ^ Wallison, Peter (2015). Hidden in Plain Sight: What Really Caused the World's Worst Financial Crisis and Why It Could Happen Again. Encounter Books. ISBN 978-978-59407-7-0.
  163. ^ Financial Crisis Inquiry Commission (2011). Financial Crisis Inquiry Report (PDF). ISBN 978-1-60796-348-6.
  164. ^ Taylor, John B. (January 2009). "The Financial Crisis and the Policy Responses: An Empirical Analysis of What Went Wrong" (PDF). Hoover Institution Economics Paper Series. Retrieved January 21, 2017.
  165. ^ Hilsenrath, Jon; Ng, Serena; Paletta, Damian (September 18, 2008). "Worst Crisis Since '30s, With No End Yet in Sight". The Wall Street Journal. Retrieved January 21, 2017.
  166. ^ Altman, Roger C. "The Great Crash, 2008". Foreign Affairs. Archived from the original on December 23, 2008. Retrieved February 27, 2009.
  167. ^ "Barack Obama elected as America's first black president". History.com. A&E Television Networks, LLC. October 31, 2019. Retrieved November 11, 2019.
  168. ^ "Barack Obama: Face Of New Multiracial Movement?". NPR. November 12, 2008. Retrieved October 4, 2014.
  169. ^ Washington, Jesse; Rugaber, Chris (September 9, 2011). "African-American Economic Gains Reversed By Great Recession". Huffington Post. Associated Press. Archived from the original on June 16, 2013. Retrieved March 7, 2013.
  170. ^ Oberlander, Jonathan (June 1, 2010). "Long Time Coming: Why Health Reform Finally Passed". Health Affairs. 29 (6): 1112–1116. doi:10.1377/hlthaff.2010.0447. ISSN 0278-2715. PMID 20530339.
  171. ^ Smith, Harrison (November 9, 2016). "Donald Trump is elected president of the United States". The Washington Post. Retrieved October 27, 2020.
  172. ^ Holshue ML, DeBolt C, Lindquist S, Lofy KH, et al. (March 2020). "First Case of 2019 Novel Coronavirus in the United States". N. Engl. J. Med. 382 (10): 929–936. doi:10.1056/NEJMoa2001191. PMC 7092802. PMID 32004427.
  173. ^ CDC (November 5, 2020). "Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) in the U.S." Centers for Disease Control and Prevention. Retrieved September 8, 2020.
  174. ^ "Coronavirus disease 2019 (COVID-19) Situation Report – 89" (PDF). World Health Organization. April 18, 2020. Retrieved April 18, 2020.
  175. ^ Lemire, Jonathan (November 7, 2020). "Biden defeats Trump for White House, Say's time to heal". Associated Press. Retrieved January 20, 2021.
  176. ^ Peñaloza, Marisa (January 6, 2021). "Trump Supporters Storm U.S. Capitol, Clash with Police". npr.org. NPR. Retrieved January 16, 2021.
  177. ^ "Field Listing: Area". The World Factbook. cia.gov.
  178. ^ "State Area Measurements and Internal Point Coordinates—Geography—U.S. Census Bureau". State Area Measurements and Internal Point Coordinates. U.S. Department of Commerce. Retrieved September 11, 2017.
  179. ^ "2010 Census Area" (PDF). census.gov. U.S. Census Bureau. p. 41. Retrieved January 18, 2015.
  180. ^ "Area". The World Factbook. Central Intelligence Agency. Retrieved January 15, 2015.
  181. ^ "United States". Encyclopædia Britannica. Retrieved January 8, 2018. (given in square miles, excluding)
  182. ^ a b c "United States". The World Factbook. Central Intelligence Agency. January 3, 2018. Retrieved January 8, 2018.
  183. ^ "Geographic Regions of Georgia". Georgia Info. Digital Library of Georgia. Retrieved December 24, 2014.
  184. ^ a b Lew, Alan. "PHYSICAL GEOGRAPHY OF THE US". GSP 220—Geography of the United States. North Arizona University. Archived from the original on April 9, 2016. Retrieved December 24, 2014.
  185. ^ Harms, Nicole. "Facts About the Rocky Mountain Range". Travel Tips. USA Today. Retrieved December 24, 2014.
  186. ^ "Great Basin". Encyclopædia Britannica. Retrieved December 24, 2014.
  187. ^ "Mount Whitney, California". Peakbagger. Retrieved December 24, 2014.
  188. ^ "Find Distance and Azimuths Between 2 Sets of Coordinates (Badwater 36-15-01-N, 116-49-33-W and Mount Whitney 36-34-43-N, 118-17-31-W)". Federal Communications Commission. Retrieved December 24, 2014.
  189. ^ Poppick, Laura. "US Tallest Mountain's Surprising Location Explained". LiveScience. Retrieved May 2, 2015.
  190. ^ O'Hanlon, Larry (March 14, 2005). "America's Explosive Park". Discovery Channel. Archived from the original on March 14, 2005. Retrieved April 5, 2016.
  191. ^ Boyden, Jennifer. "Climate Regions of the United States". Travel Tips. USA Today. Retrieved December 24, 2014.
  192. ^ "World Map of Köppen–Geiger Climate Classification" (PDF). Retrieved August 19, 2015.
  193. ^ Perkins, Sid (May 11, 2002). "Tornado Alley, USA". Science News. Archived from the original on July 1, 2007. Retrieved September 20, 2006.
  194. ^ Rice, Doyle. "USA has the world's most extreme weather". USA TODAY. Retrieved May 17, 2020.
  195. ^ Len McDougall (2004). The Encyclopedia of Tracks and Scats: A Comprehensive Guide to the Trackable Animals of the United States and Canada. Lyons Press. p. 325. ISBN 978-1-59228-070-4.
  196. ^ Morin, Nancy. "Vascular Plants of the United States" (PDF). Plants. National Biological Service. Archived from the original (PDF) on July 24, 2013. Retrieved October 27, 2008.
  197. ^ Osborn, Liz. "Number of Native Species in United States". Current Results Nexus. Retrieved January 15, 2015.
  198. ^ "Numbers of Insects (Species and Individuals)". Smithsonian Institution. Retrieved January 20, 2009.
  199. ^ "National Park Service Announces Addition of Two New Units" (Press release). National Park Service. February 28, 2006. Archived from the original on October 1, 2006. Retrieved February 10, 2017.
  200. ^ Lipton, Eric; Krauss, Clifford (August 23, 2012). "Giving Reins to the States Over Drilling". New York Times. Retrieved January 18, 2015.
  201. ^ Vincent, Carol H.; Hanson, Laura A.; Argueta, Carla N. (March 3, 2017). Federal Land Ownership: Overview and Data (Report). Congressional Research Service. p. 2. Retrieved June 18, 2020.
  202. ^ Gorte, Ross W.; Vincent, Carol Hardy.; Hanson, Laura A.; Marc R., Rosenblum. "Federal Land Ownership: Overview and Data" (PDF). fas.org. Congressional Research Service. Retrieved January 18, 2015.
  203. ^ "Chapter 6: Federal Programs to Promote Resource Use, Extraction, and Development". doi.gov. U.S. Department of the Interior. Archived from the original on March 18, 2015. Retrieved January 19, 2015.
  204. ^ The National Atlas of the United States of America (January 14, 2013). "Forest Resources of the United States". Nationalatlas.gov. Archived from the original on May 7, 2009. Retrieved January 13, 2014.
  205. ^ "Land Use Changes Involving Forestry in the United States: 1952 to 1997, With Projections to 2050" (PDF). 2003. Retrieved January 13, 2014.
  206. ^ Daynes & Sussman, 2010, pp. 3, 72, 74–76, 78
  207. ^ Hays, Samuel P. (2000). A History of Environmental Politics since 1945.
  208. ^ Collin, Robert W. (2006). The Environmental Protection Agency: Cleaning Up America's Act. Greenwood Publishing Group. p. 1. ISBN 978-0-313-33341-5. Retrieved October 25, 2015.
  209. ^ Turner, James Morton (2012). The Promise of Wilderness
  210. ^ Endangered species Fish and Wildlife Service. General Accounting Office, Diane Publishing. 2003. p. 1. ISBN 978-1-4289-3997-4. Retrieved October 25, 2015.
  211. ^ "WHAT IS THE GREENEST COUNTRY IN THE WORLD?". ATLAS & BOOTS. Environmental Performance Index. Retrieved November 18, 2020.
  212. ^ "UNITED STATES OF AMERICA". Global Climate Action – NAZCA. United Nations. Retrieved November 18, 2020.
  213. ^ NUGENT, CIARA (November 4, 2020). "The U.S. Just Officially Left the Paris Agreement. Can it Be a Leader in the Climate Fight Again?". Times. Retrieved November 18, 2020.
  214. ^ "Biden announces return to global climate accord, new curbs on U.S. oil industry". Money News. Reuters. January 20, 2021. Retrieved February 9, 2021.
  215. ^ "Historical Census Statistics On Population Totals By Race, 1790 to 1990, and By Hispanic Origin, 1970 to 1990, For Large Cities And Other Urban Places In The United States". census.gov. Archived from the original on August 12, 2012. Retrieved May 28, 2013.
  216. ^ "Population Clock". www.census.gov.
  217. ^ "The World Factbook: United States". Central Intelligence Agency. Retrieved November 10, 2018.
  218. ^ "Frequently Requested Statistics on Immigrants and Immigration in the United States". Migration Policy Institute. March 14, 2019.
  219. ^ a b c "Ancestry 2000" (PDF). U.S. Census Bureau. June 2004. Archived (PDF) from the original on December 4, 2004. Retrieved December 2, 2016.
  220. ^ "Table 52. Population by Selected Ancestry Group and Region: 2009" (PDF). U.S. Census Bureau. 2009. Archived from the original (PDF) on December 25, 2012. Retrieved February 11, 2017.
  221. ^ "Key findings about U.S. immigrants". Pew Research Center. June 17, 2019.
  222. ^ Jens Manuel Krogstad (October 7, 2019). "Key facts about refugees to the U.S." Pew Research Center.
  223. ^ "United States—Urban/Rural and Inside/Outside Metropolitan Area". U.S. Census Bureau. Archived from the original on April 3, 2009. Retrieved September 23, 2008.
  224. ^ "Table 1: Annual Estimates of the Resident Population for Incorporated Places Over 100,000, Ranked by July 1, 2008 Population: April 1, 2000 to July 1, 2008" (PDF). 2008 Population Estimates. U.S. Census Bureau, Population Division. July 1, 2009. Archived from the original (PDF) on December 7, 2009.
  225. ^ "Counties in South and West Lead Nation in Population Growth". The United States Census Bureau. April 18, 2019. Retrieved August 29, 2020.
  226. ^ "Table MS-1. Marital Status of the Population 15 Years Old and Over, by Sex, Race and Hispanic Origin: 1950 to Present". Historical Marital Status Tables. U.S. Census Bureau. Retrieved September 11, 2019.
  227. ^ "National Vital Statistics Volume 67, Number 1, January 31, 2018" (PDF). Center for Disease Control. Retrieved February 3, 2018.
  228. ^ "FASTSTATS—Births and Natality". Centers for Disease Control and Prevention. November 21, 2013. Retrieved January 13, 2014.
  229. ^ "U.S. has world's highest rate of children living in single-parent households". Pew Research Center. Retrieved March 17, 2020.
  230. ^ "States Where English Is the Official Language". The Washington Post. August 12, 2014. Retrieved September 12, 2020.
  231. ^ "The Constitution of the State of Hawaii, Article XV, Section 4". Hawaii Legislative Reference Bureau. November 7, 1978. Archived from the original on July 24, 2013. Retrieved June 19, 2007.
  232. ^ Chapel, Bill (April 21, 2014). "Alaska OKs Bill Making Native Languages Official". NPR.org.
  233. ^ "South Dakota recognizes official indigenous language". Argus Leader. Retrieved March 26, 2019.
  234. ^ "Translation in Puerto Rico". Puerto Rico Channel. Retrieved December 29, 2013.
  235. ^ Bureau, U.S. Census. "American FactFinder—Results". Archived from the original on February 12, 2020. Retrieved May 29, 2017.
  236. ^ "Foreign Language Enrollments in K–12 Public Schools" (PDF). American Council on the Teaching of Foreign Languages (ACTFL). February 2011. Retrieved October 17, 2015.
  237. ^ Goldberg, David; Looney, Dennis; Lusin, Natalia (February 2015). "Enrollments in Languages Other Than English in United States Institutions of Higher Education, Fall 2013" (PDF). Modern Language Association. Retrieved May 20, 2015.
  238. ^ David Skorton & Glenn Altschuler. "America's Foreign Language Deficit". Forbes.
  239. ^ Importance of religion by state Pew forum
  240. ^ ANALYSIS (December 19, 2011). "Global Christianity". Pewforum.org. Retrieved August 17, 2012.
  241. ^ "Church Statistics and Religious Affiliations". Pew Research. Retrieved September 23, 2014.
  242. ^ a b ""Nones" on the Rise". Pew Forum on Religion & Public Life. 2012. Retrieved January 10, 2014.
  243. ^ a b "America's Changing Religious Landscape". Pew Research Center: Religion & Public Life. May 12, 2015.
  244. ^ Barry A. Kosmin; Egon Mayer; Ariela Keysar (December 19, 2001). "American Religious Identification Survey 2001" (PDF). CUNY Graduate Center. Retrieved September 16, 2011.
  245. ^ "United States". Retrieved May 2, 2013.
  246. ^ a b c "America's Changing Religious Landscape". Pew Research Center: Religion & Public Life. May 12, 2015.
  247. ^ "Mississippians Go to Church the Most; Vermonters, Least". Gallup. Retrieved January 13, 2014.
  248. ^ "Life Expectancy in the United States (2019), Centers for Disease Control and Prevention". www.cdc.gov. December 20, 2020. Retrieved December 31, 2020.
  249. ^ Achenbach, Joel (November 26, 2019). "'There's something terribly wrong': Americans are dying young at alarming rates". The Washington Post. Retrieved December 19, 2019.
  250. ^ "New International Report on Health Care: U.S. Suicide Rate Highest Among Wealthy Nations | Commonwealth Fund". www.commonwealthfund.org. Retrieved March 17, 2020.
  251. ^ Kight, Stef W. (March 6, 2019). "Deaths by suicide, drugs and alcohol reached an all-time high last year". Axios. Retrieved March 6, 2019.
  252. ^ STATCAST – Week of September 9, 2019. NCHS Releases New Monthly Provisional Estimates on Drug Overdose Deaths. National Center for Health Statistics
  253. ^ "Mortality in the United States, 2017". www.cdc.gov. November 29, 2018. Retrieved December 27, 2018.
  254. ^ Bernstein, Lenny (November 29, 2018). "U.S. life expectancy declines again, a dismal trend not seen since World War I". The Washington Post. Retrieved December 27, 2018.
  255. ^ MacAskill, Ewen (August 13, 2007). "US Tumbles Down the World Ratings List for Life Expectancy". The Guardian. London. Retrieved August 15, 2007.
  256. ^ "How does U.S. life expectancy compare to other countries?". Peterson-Kaiser Health System Tracker. Retrieved March 17, 2020.
  257. ^ "Mexico Obesity Rate Surpasses The United States', Making It Fattest Country in the Americas". Huffington Post.
  258. ^ Schlosser, Eric (2002). Fast Food Nation. New York: Perennial. p. 240. ISBN 978-0-06-093845-1.
  259. ^ "Prevalence of Overweight and Obesity Among Adults: United States, 2003–2004". Centers for Disease Control and Prevention, National Center for Health Statistics. Retrieved June 5, 2007.
  260. ^ "Fast Food, Central Nervous System Insulin Resistance, and Obesity". Arteriosclerosis, Thrombosis, and Vascular Biology. American Heart Association. 2005. Retrieved June 17, 2007.
  261. ^ Murray, Christopher J.L. (July 10, 2013). "The State of US Health, 1990–2010: Burden of Diseases, Injuries, and Risk Factors". Journal of the American Medical Association. 310 (6): 591–608. doi:10.1001/jama.2013.13805. PMC 5436627. PMID 23842577.
  262. ^ "About Teen Pregnancy". Center for Disease Control. Retrieved January 24, 2015.
  263. ^ Luhby, Tami (March 11, 2020). "Here's How the US Health Care System Makes It Harder to Stop Coronavirus". CNN. Retrieved December 30, 2020.
  264. ^ "U.S. Uninsured Rate Steady at 12.2% in Fourth Quarter of 2017". Gallup.
  265. ^ Abelson, Reed (June 10, 2008). "Ranks of Underinsured Are Rising, Study Finds". The New York Times. Retrieved October 25, 2008.
  266. ^ Blewett, Lynn A.; et al. (December 2006). "How Much Health Insurance Is Enough? Revisiting the Concept of Underinsurance". Medical Care Research and Review. 63 (6): 663–700. doi:10.1177/1077558706293634. ISSN 1077-5587. PMID 17099121. S2CID 37099198.
  267. ^ "Health Care Law 54% Favor Repeal of Health Care Law". Rasmussen Reports. Retrieved October 13, 2012.
  268. ^ "Debate on ObamaCare to intensify in the wake of landmark Supreme Court ruling". Fox News. June 29, 2012. Retrieved October 14, 2012.
  269. ^ "The U.S. Healthcare System: The Best in the World or Just the Most Expensive?" (PDF). University of Maine. 2001. Archived from the original (PDF) on March 9, 2007. Retrieved November 29, 2006.
  270. ^ Whitman, Glen; Raad, Raymond. "Bending the Productivity Curve: Why America Leads the World in Medical Innovation". The Cato Institute. Retrieved October 9, 2012.
  271. ^ "Ages for Compulsory School Attendance ..." U.S. Dept. of Education, National Center for Education Statistics. Retrieved June 10, 2007.
  272. ^ "Statistics About Non-Public Education in the United States". U.S. Dept. of Education, Office of Non-Public Education. Retrieved June 5, 2007.
  273. ^ Rushe, Dominic (September 7, 2018). "The US spends more on education than other countries. Why is it falling behind?". The Guardian. ISSN 0261-3077. Retrieved August 29, 2020.
  274. ^ "Fast Facts: Expenditures". nces.ed.gov. April 2020. Retrieved August 29, 2020.
  275. ^ Rosenstone, Steven J. (December 17, 2009). "Public Education for the Common Good". University of Minnesota. Archived from the original on August 1, 2014. Retrieved March 6, 2009.
  276. ^ "Educational Attainment in the United States: 2003" (PDF). U.S. Census Bureau. Retrieved August 1, 2006.
  277. ^ For more detail on U.S. literacy, see A First Look at the Literacy of America's Adults in the 21st century, U.S. Department of Education (2003).
  278. ^ "Human Development Indicators" (PDF). United Nations Development Programme, Human Development Reports. 2005. Archived from the original (PDF) on June 20, 2007. Retrieved January 14, 2008.
  279. ^ "QS World University Rankings". Topuniversities. Archived from the original on July 17, 2011. Retrieved July 10, 2011.
  280. ^ "Top 200—The Times Higher Education World University Rankings 2010–2011". Times Higher Education. Retrieved July 10, 2011.
  281. ^ "Academic Ranking of World Universities 2014". Shanghai Ranking Consultancy. Archived from the original on January 19, 2015. Retrieved May 29, 2015.
  282. ^ "U21 Ranking of National Higher Education Systems 2019 | Universitas 21". Universitas 21. Retrieved April 2, 2019.
  283. ^ AP (June 25, 2013). "U.S. education spending tops global list, study shows". CBS. Retrieved October 5, 2013.
  284. ^ "Education at a Glance 2013" (PDF). OECD. Retrieved October 5, 2013.
  285. ^ "Student Loan Debt Exceeds One Trillion Dollars". NPR. April 4, 2012. Retrieved September 8, 2013.
  286. ^ Krupnick, Matt (October 4, 2018). "Student loan crisis threatens a generation's American dream". The Guardian. Retrieved October 4, 2018.
  287. ^ "Common Core Document of the United States of America". U.S. Department of State. December 30, 2011. Retrieved July 10, 2015.
  288. ^ The New York Times 2007, p. 670.
  289. ^ Onuf 2010, p. xvii.
  290. ^ Scheb, John M.; Scheb, John M. II (2002). An Introduction to the American Legal System. Florence, KY: Delmar, p. 6. ISBN 978-0-7668-2759-2.
  291. ^ Germanos, Andrea (January 11, 2019). "United States Doesn't Even Make Top 20 on Global Democracy Index". Common Dreams. Retrieved February 24, 2019.
  292. ^ "Corruption Perceptions Index 2019" (PDF). transparency.org. Transparency International. p. 12 & 13. Retrieved February 7, 2020.
  293. ^ Killian, Johnny H. "Constitution of the United States". The Office of the Secretary of the Senate. Retrieved February 11, 2012.
  294. ^ Feldstein, Fabozzi, 2011, p. 9
  295. ^ Schultz, 2009, pp. 164, 453, 503
  296. ^ Schultz, 2009, p. 38
  297. ^ "The Legislative Branch". United States Diplomatic Mission to Germany. Retrieved August 20, 2012.
  298. ^ "The Process for impeachment". ThinkQuest. Retrieved August 20, 2012.
  299. ^ "The Executive Branch". The White House. Retrieved February 11, 2017.
  300. ^ Kermit L. Hall; Kevin T. McGuire (2005). Institutions of American Democracy: The Judicial Branch. Oxford University Press. ISBN 978-0-19-988374-5.
    U.S. Citizenship and Immigration Services (2013). Learn about the United States: Quick Civics Lessons for the Naturalization Test. Government Printing Office. p. 4. ISBN 978-0-16-091708-0.
    Bryon Giddens-White (2005). The Supreme Court and the Judicial Branch. Heinemann Library. ISBN 978-1-4034-6608-2.
    Charles L. Zelden (2007). The Judicial Branch of Federal Government: People, Process, and Politics. ABC-CLIO. ISBN 978-1-85109-702-9. Retrieved October 25, 2015.
    "Federal Courts". United States Courts. Retrieved October 19, 2014.
  301. ^ a b c Locker, Melissa (March 9, 2015). "Watch John Oliver Cast His Ballot for Voting Rights for U.S. Territories". Time. Retrieved November 11, 2019.
  302. ^ "What is the Electoral College". National Archives. Retrieved August 21, 2012.
  303. ^ Cossack, Roger (July 13, 2000). "Beyond politics: Why Supreme Court justices are appointed for life". CNN. Archived from the original on July 12, 2012.
  304. ^ 8 U.S.C. § 1101(a)(36) and 8 U.S.C. § 1101(a)(38) U.S. Federal Code, Immigration and Nationality Act. 8 U.S.C. § 1101a
  305. ^ "Electoral College Fast Facts | U.S. House of Representatives: History, Art & Archives". history.house.gov. Retrieved August 21, 2015.
  306. ^ "Frequently Asked Questions". U.S. Department of the Interior Indian Affairs. Retrieved January 16, 2016.
  307. ^ Keating, Joshua (June 5, 2015). "How Come American Samoans Still Don't Have U.S. Citizenship at Birth?" – via Slate.
  308. ^ a b "American Samoa and the Citizenship Clause: A Study in Insular Cases Revisionism". harvardlawreview.org. Retrieved January 5, 2018.
  309. ^ Alvarez, Priscilla (December 12, 2019). "Federal judge rules American Samoans are US citizens by birth". CNN.com. Retrieved October 6, 2020.
  310. ^ Romboy, Dennis (December 13, 2019). "Judge puts citizenship ruling for American Samoans on hold". KSL.com. Retrieved October 6, 2020.
  311. ^ Etheridge, Eric; Deleith, Asger (August 19, 2009). "A Republic or a Democracy?". New York Times blogs. Retrieved November 7, 2010. The US system seems essentially a two-party system. ...
  312. ^ Avaliktos, Neal (2004). The Election Process Revisited. Nova Publishers. p. 111. ISBN 978-1-59454-054-7.
  313. ^ David Mosler; Robert Catley (1998). America and Americans in Australia. Greenwood Publishing Group. p. 83. ISBN 978-0-275-96252-4. Retrieved April 11, 2016.
  314. ^ Grigsby, Ellen (2008). Analyzing Politics: An Introduction to Political Science. Cengage Learning. pp. 106–107. ISBN 978-0-495-50112-1.
  315. ^ "U.S. Senate: Leadership & Officers". www.senate.gov. Retrieved January 10, 2019.
  316. ^ "Leadership | House.gov". www.house.gov. Retrieved January 10, 2019.
  317. ^ "Congressional Profile". Office of the Clerk of the United States House of Representatives.
  318. ^ "U.S. Governors". National Governors Association. Retrieved January 14, 2015.
  319. ^ Kan, Shirley A. (August 29, 2014). "Taiwan: Major U.S. Arms Sales Since 1990" (PDF). Federation of American Scientist. Retrieved October 19, 2014.
    "Taiwan's Force Modernization: The American Side". Defense Industry Daily. September 11, 2014. Retrieved October 19, 2014.
  320. ^ "What is the G8?". University of Toronto. Retrieved February 11, 2012.
  321. ^ Dumbrell, John; Schäfer, Axel (2009). America's 'Special Relationships': Foreign and Domestic Aspects of the Politics of Alliance. p. 45. ISBN 978-0-203-87270-3. Retrieved October 25, 2015.
  322. ^ Ek, Carl & Ian F. Fergusson (September 3, 2010). "Canada–U.S. Relations" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved August 28, 2011.
  323. ^ Vaughn, Bruce (August 8, 2008). Australia: Background and U.S. Relations. Congressional Research Service. OCLC 70208969.
  324. ^ Vaughn, Bruce (May 27, 2011). "New Zealand: Background and Bilateral Relations with the United States" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved August 28, 2011.
  325. ^ Lum, Thomas (January 3, 2011). "The Republic of the Philippines and U.S. Interests" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved August 3, 2011.
  326. ^ Chanlett-Avery, Emma; et al. (June 8, 2011). "Japan-U.S. Relations: Issues for Congress" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved August 28, 2011.
  327. ^ Mark E. Manyin; Emma Chanlett-Avery; Mary Beth Nikitin (July 8, 2011). "U.S.–South Korea Relations: Issues for Congress" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved August 28, 2011.
  328. ^ Zanotti, Jim (July 31, 2014). "Israel: Background and U.S. Relations" (PDF). Congressional Research Service. Retrieved September 12, 2014.
  329. ^ "U.S. Relations With Poland".
  330. ^ "The Untapped Potential of the US-Colombia Partnership". Atlantic Council. September 26, 2019. Retrieved May 30, 2020.
  331. ^ "U.S. Relations With Colombia". United States Department of State. Retrieved May 30, 2020.
  332. ^ Charles L. Zelden (2007). The Judicial Branch of Federal Government: People, Process, and Politics. ABC-CLIO. p. 217. ISBN 978-1-85109-702-9. Retrieved October 25, 2015.
    Loren Yager; Emil Friberg; Leslie Holen (2003). Foreign Relations: Migration from Micronesian Nations Has Had Significant Impact on Guam, Hawaii, and the Commonwealth of the Northern Mariana Islands. Diane Publishing. p. 7. ISBN 978-0-7567-3394-0.
  333. ^ Piketty, Thomas; Saez, Emmanuel (2007). "How Progressive is the U.S. Federal Tax System? A Historical and International Perspective" (PDF). Journal of Economic Perspectives. 21: 11. doi:10.1257/jep.21.1.3. S2CID 5160267.
  334. ^ Lowrey, Annie (January 4, 2013). "Tax Code May Be the Most Progressive Since 1979". The New York Times. Retrieved August 28, 2020.
  335. ^ Konish, Lorie (June 30, 2018). "More Americans are considering cutting their ties with the US—here's why". CNBC. Retrieved August 23, 2018.
  336. ^ Power, Julie (March 3, 2018). "Tax fears: US-Aussie dual citizens provide IRS with details of $184 billion". The Sydney Morning Herald. Retrieved August 23, 2018.
  337. ^ Porter, Eduardo (August 14, 2012). "America's Aversion to Taxes". The New York Times. Retrieved August 15, 2012. In 1965, taxes collected by federal, state and municipal governments amounted to 24.7 percent of the nation's output. In 2010, they amounted to 24.8 percent. Excluding Chile and Mexico, the United States raises less tax revenue, as a share of the economy, than every other industrial country.
  338. ^ "The Distribution of Household Income and Federal Taxes, 2010". Congressional Budget Office (CBO). December 4, 2013. Retrieved January 6, 2014.
  339. ^ Lowrey, Annie (January 4, 2013). "Tax Code May Be the Most Progressive Since 1979". The New York Times. Retrieved January 6, 2014.
  340. ^ Ingraham, Christopher (October 8, 2019). "For the first time in history, U.S. billionaires paid a lower tax rate than the working class last year". The Washington Post. Retrieved October 9, 2019.
  341. ^ "CBO Historical Tables-February 2013". Congressional Budget Office. February 5, 2013. Retrieved April 23, 2013.
  342. ^ "America Owes the Largest Share of Global Debt". U.S. News. October 23, 2018.
  343. ^ "Country Comparison: Public Debt – The World Factbook". Central Intelligence Agency (CIA). Retrieved May 10, 2020.
  344. ^ "FRED Graph". fred.stlouisfed.org. Federal Reserve Bank of St. Louis. September 21, 2020. Retrieved September 21, 2020.
  345. ^ Thornton, Daniel L. (November–December 2012). "The U.S. Deficit/Debt Problem: A Longer–Run Perspective" (PDF). Federal Reserve Bank of St. Louis Review. Retrieved May 7, 2013.
  346. ^ "Fitch revises U.S. outlook to negative; affirms AAA rating". reuters.com. Reuters. July 31, 2020. Retrieved September 21, 2020.
  347. ^ a b The Military Balance 2019. London: International Institute for Strategic Studies. 2019. p. 47. ISBN 978-1-85743-988-5. Archived from the original on September 22, 2020.
  348. ^ "READ: James Mattis' resignation letter". CNN. December 21, 2018. Archived from the original on September 22, 2020. Retrieved January 8, 2020.
  349. ^ "What does Selective Service provide for America?". Selective Service System. Archived from the original on September 15, 2012. Retrieved February 11, 2012.
  350. ^ "First Peacetime Draft Enacted Just Before World War II". Department of Defense. April 7, 2020. Retrieved November 1, 2020.
  351. ^ Harris, Johnny (May 18, 2015). "Why does the US have 800 military bases around the world?". vox.com. Vox Media. Archived from the original on September 23, 2020. Retrieved September 23, 2020.
  352. ^ "Active Duty Military Personnel Strengths by Regional Area and by Country (309A)" (PDF). Department of Defense. March 31, 2010. Archived from the original (PDF) on July 24, 2013. Retrieved October 7, 2010.
  353. ^ a b "World military expenditure grows to $1.8 trillion in 2018". sipri.org. Stockholm International Peace Research Institute. April 19, 2019. Archived from the original on September 23, 2020. Retrieved September 23, 2020.
  354. ^ "Federal R&D Budget Dashboard". American Association for the Advancement of Science. Retrieved March 25, 2019.
  355. ^ "Fiscal Year 2013 Historical Tables" (PDF). Budget of the U.S. Government. White House OMB. Archived from the original (PDF) on April 17, 2012. Retrieved November 24, 2012.
  356. ^ a b c Reichmann, Kelsey (June 16, 2019). "Here's how many nuclear warheads exist, and which countries own them". defensenews.com. Sightline Media Group. Archived from the original on September 23, 2020. Retrieved September 23, 2020.
  357. ^ "U.S. Federal Law Enforcement Agencies, Who Governs & What They Do". Chiff.com. Archived from the original on February 10, 2014. Retrieved August 21, 2012.
  358. ^ Grinshteyn, Erin; Hemenway, David (March 2016). "Violent Death Rates: The US Compared with Other High-income OECD Countries, 2010". The American Journal of Medicine. 129 (3): 226–273. doi:10.1016/j.amjmed.2015.10.025. PMID 26551975. Retrieved June 18, 2017.
  359. ^ Rawlinson, Kevin (December 7, 2017). "Global homicide rate rises for first time in more than a decade". The Guardian. Retrieved December 26, 2018.
  360. ^ Haymes et al., 2014, p. 389
  361. ^ a b Sawyer, Wendy; Wagner, Peter (March 24, 2020). Mass Incarceration: The Whole Pie 2020 (Report). Prison Policy Initiative. Retrieved January 23, 2021.
  362. ^ "Federal Bureau of Prisons: Statistics". Federal Bureau of Prisons. Retrieved March 4, 2015.
  363. ^ Carson, Elizabeth Ann (September 2014). Prisoners in 2013 (PDF) (Report). Bureau of Justice Statistics. NCJ 247282. Retrieved January 23, 2021.
  364. ^ Donna, Selman; Leighton, Paul (2010). Punishment for Sale: Private Prisons, Big Business, and the Incarceration Binge. New York City: Rowman & Littlefield. p. xi. ISBN 978-1-4422-0173-6.
    Harcourt, Bernard (2012). The Illusion of Free Markets: Punishment and the Myth of Natural Order. Harvard University Press. pp. 235 & 236. ISBN 978-0-674-06616-8.
    Gottschalk, Marie (2014). Caught: The Prison State and the Lockdown of American Politics. Princeton University Press. p. 70. ISBN 978-0-691-16405-2.
  365. ^ Connor, Tracy; Chuck, Elizabeth (May 28, 2015). "Nebraska's Death Penalty Repealed With Veto Override". NBC News. Retrieved June 11, 2015.
  366. ^ Simpson, Ian (May 2, 2013). "Maryland becomes latest U.S. state to abolish death penalty". Reuters. Retrieved April 6, 2016.
  367. ^ a b "State by State". Death Penalty Information Center. Retrieved October 6, 2020.
  368. ^ "Death Sentences and Executions 2019". Amnesty International USA. 2019. Retrieved May 30, 2020.
  369. ^ "Searchable Execution Database". Death Penalty Information Center. Retrieved October 10, 2012.
  370. ^ "The NYSE Makes Stock Exchanges Around The World Look Tiny". Retrieved March 26, 2017.
  371. ^ "Largest stock exchange operators worldwide as of April 2018, by market capitalization of listed companies (in trillion U.S. dollars)". Statista. Retrieved February 18, 2019.
  372. ^ "Report for Selected Countries and Subjects". www.imf.org.
  373. ^ a b "World Economic Outlook Database: United States". International Monetary Fund. October 2014. Retrieved November 2, 2014.
  374. ^ "The World Factbook". CIA.gov. Central Intelligence Agency.
  375. ^ "Trade Statistics". Greyhill Advisors. Retrieved October 6, 2011.
  376. ^ "Top Ten Countries with which the U.S. Trades". U.S. Census Bureau. August 2009. Retrieved October 12, 2009.
  377. ^ Hagopian, Kip; Ohanian, Lee (August 1, 2012). "The Mismeasure of Inequality". Policy Review (174). Archived from the original on December 3, 2013. Retrieved January 23, 2020.
  378. ^ "United Nations Statistics Division—National Accounts". unstats.un.org. Retrieved June 1, 2018.
  379. ^ "Currency Composition of Official Foreign Exchange Reserves" (PDF). International Monetary Fund. Archived from the original (PDF) on October 7, 2014. Retrieved April 9, 2012.
  380. ^ "GDP by Industry". Greyhill Advisors. Retrieved October 13, 2011.
  381. ^ "USA Economy in Brief". U.S. Dept. of State, International Information Programs. Archived from the original on March 12, 2008.
  382. ^ Isabelle Joumard; Mauro Pisu; Debbie Bloch (2012). "Tackling income inequality The role of taxes and transfers" (PDF). OECD. Retrieved May 21, 2015.
  383. ^ Ray, Rebecca; Sanes, Milla; Schmitt, John (May 2013). "No-Vacation Nation Revisited" (PDF). Center for Economic and Policy Research. Retrieved September 8, 2013.
  384. ^ Bernard, Tara Siegel (February 22, 2013). "In Paid Family Leave, U.S. Trails Most of the Globe". The New York Times. Retrieved August 27, 2013.
  385. ^ Vasel, Kathryn (January 20, 2015). "Who doesn't get paid sick leave?". CNN. Retrieved January 23, 2021.
  386. ^ "U.S. Workers World's Most Productive". CBS News. Associated Press. September 3, 2007. Retrieved January 23, 2021.
  387. ^ "Total Economy Database, Summary Statistics, 1995–2010". Total Economy Database. The Conference Board. September 2010. Retrieved September 20, 2009.
  388. ^ Hounshell, David A. (1984), From the American System to Mass Production, 1800–1932: The Development of Manufacturing Technology in the United States, Baltimore, Maryland: Johns Hopkins University Press, ISBN 978-0-8018-2975-8, LCCN 83016269, OCLC 1104810110
  389. ^ "Research and Development (R&D) Expenditures by Source and Objective: 1970 to 2004". U.S. Census Bureau. Archived from the original on February 10, 2012. Retrieved June 19, 2007.
  390. ^ MacLeod, Donald (March 21, 2006). "Britain Second in World Research Rankings". The Guardian. London. Retrieved May 14, 2006.
  391. ^ Allen, Gregory (February 6, 2019). "Understanding China's AI Strategy". Center for a New American Security.
  392. ^ "Thomas Edison's Most Famous Inventions". Thomas A Edison Innovation Foundation. Retrieved January 21, 2015.
  393. ^ Benedetti, François (December 17, 2003). "100 Years Ago, the Dream of Icarus Became Reality". Fédération Aéronautique Internationale (FAI). Archived from the original on September 12, 2007. Retrieved August 15, 2007.
  394. ^ Fraser, Gordon (2012). The Quantum Exodus: Jewish Fugitives, the Atomic Bomb, and the Holocaust. New York: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-959215-9.
  395. ^ 10 Little Americans. ISBN 978-0-615-14052-0. Retrieved September 15, 2014 – via Google Books.
  396. ^ "NASA's Apollo technology has changed the history". Sharon Gaudin. Retrieved September 15, 2014.
  397. ^ Goodheart, Adam (July 2, 2006). "Celebrating July 2: 10 Days That Changed History". The New York Times.
  398. ^ Sawyer, Robert Keith (2012). Explaining Creativity: The Science of Human Innovation. Oxford University Press. p. 256. ISBN 978-0-19-973757-4.
  399. ^ "Population Clock". U.S. and World Population Clock. U.S. Department of Commerce. May 16, 2020. Retrieved May 24, 2020. The United States population on May 23, 2020 was: 329,686,270
  400. ^ "Global Wealth Report". Credit Suisse. October 2018. Retrieved February 11, 2019.
  401. ^ McCarthy, Niall (October 22, 2019). "The Countries With The Most Millionaires". Statista. Retrieved November 11, 2019.
  402. ^ "Global Food Security Index". London: The Economist Intelligence Unit. March 5, 2013. Retrieved April 8, 2013.
  403. ^ Rector, Robert; Sheffield, Rachel (September 13, 2011). "Understanding Poverty in the United States: Surprising Facts About America's Poor". Heritage Foundation. Retrieved April 8, 2013.
  404. ^ "Human Development Index (HDI) | Human Development Reports". UNHDP. Retrieved December 27, 2018.
  405. ^ "Trends in Family Wealth, 1989 to 2013". Congressional Budget Office. August 18, 2016.
  406. ^ Piketty, Thomas (2014). Capital in the Twenty-First Century. Belknap Press. p. 257. ISBN 978-0-674-43000-6
  407. ^ Egan, Matt (September 27, 2017). "Record inequality: The top 1% controls 38.6% of America's wealth". CNN Money. Retrieved October 12, 2017.
  408. ^ Kirsch, Noah. "The 3 Richest Americans Hold More Wealth Than Bottom 50% Of The Country, Study Finds". Forbes.
  409. ^ Van Dam, Andrew (July 4, 2018). "Is it great to be a worker in the U.S.? Not compared with the rest of the developed world". The Washington Post. Retrieved July 12, 2018.
  410. ^ Saez, Emmanuel (June 30, 2016). "Striking it Richer: The Evolution of Top Incomes in the United States" (PDF). University of California, Berkeley. Retrieved September 15, 2017.
  411. ^ Long, Heather (September 12, 2017). "U.S. middle-class incomes reached highest-ever level in 2016, Census Bureau says". The Washington Post. Retrieved November 11, 2019.
  412. ^ Alvaredo, Facundo; Atkinson, Anthony B.; Piketty, Thomas; Saez, Emmanuel (2013). "The Top 1 Percent in International and Historical Perspective". Journal of Economic Perspectives. 27 (Summer 2013): 3–20. doi:10.1257/jep.27.3.3. hdl:11336/27462. S2CID 154466898.
  413. ^ Smeeding, T.M. (2005). "Public Policy: Economic Inequality and Poverty: The United States in Comparative Perspective". Social Science Quarterly. 86: 955–983. doi:10.1111/j.0038-4941.2005.00331.x. S2CID 154642286.
  414. ^ Gilens & Page 2014.
  415. ^ Bartels, Larry (2009). "Economic Inequality and Political Representation". The Unsustainable American State (PDF). pp. 167–196. CiteSeerX 10.1.1.172.7597. doi:10.1093/acprof:oso/9780195392135.003.0007. ISBN 978-0-19-539213-5. Archived from the original (PDF) on March 4, 2016. Retrieved October 6, 2020.
  416. ^ Winship, Scott (Spring 2013). "Overstating the Costs of Inequality" (PDF). National Affairs (15). Archived from the original (PDF) on October 24, 2013. Retrieved April 29, 2015.
  417. ^ "Why Is Homelessness Such a Problem in U.S. Cities". Bloomberg. July 6, 2020.
  418. ^ "Household Food Security in the United States in 2011" (PDF). USDA. September 2012. Archived from the original (PDF) on October 7, 2012. Retrieved April 8, 2013.
  419. ^ ""Contempt for the poor in US drives cruel policies," says UN expert". OHCHR. June 4, 2018. Retrieved June 5, 2018.
  420. ^ "Places: New Hampshire". Forbes. Retrieved June 30, 2020.
  421. ^ "U.S. Census Bureau QuickFacts: New Hampshire". www.census.gov. Retrieved June 30, 2020.
  422. ^ Sagapolutele, Fili (February 3, 2017). "American Samoa Governor Says Small Economies 'Cannot Afford Any Reduction In Medicaid' | Pacific Islands Report". www.pireport.org. Retrieved June 30, 2020.
  423. ^ "'A Homeless Pandemic' Looms As 30 Million Are At Risk Of Eviction". NPR. August 10, 2020.
  424. ^ Gross, Elana Lyn (August 7, 2020). "As Stimulus Talks Stalemate, New Report Finds 40 Million Americans Could Be At Risk Of Evictionx". Forbes. Retrieved January 23, 2021.
  425. ^ "Interstate FAQ (Question #3)". Federal Highway Administration. 2006. Retrieved March 4, 2009.
  426. ^ "Public Road and Street Mileage in the United States by Type of Surface". United States Department of Transportation. Retrieved January 13, 2015.
  427. ^ "China overtakes US in car sales". The Guardian. London. January 8, 2010. Retrieved July 10, 2011.
  428. ^ "Fact #962: Vehicles per Capita: Other Regions/Countries Compared to the United States". Energy.gov. January 30, 2017. Retrieved January 23, 2021.
  429. ^ "Vehicle Statistics: Cars Per Capita". Capitol Tires.
  430. ^ Edwards, Chris (July 12, 2020). "Privatization". Downsizing the Federal Government. Cato Institute. Retrieved January 23, 2021.
  431. ^ "Scheduled Passengers Carried". International Air Transport Association (IATA). 2011. Archived from the original on January 2, 2015. Retrieved February 17, 2012.
  432. ^ "Preliminary World Airport Traffic and Rankings 2013—High Growth Dubai Moves Up to 7th Busiest Airport". March 31, 2014. Archived from the original on April 1, 2014. Retrieved May 17, 2014.
  433. ^ "Seasonally Adjusted Transportation Data". Washington, D.C.: Bureau of Transportation Statistics. 2021. Retrieved February 16, 2021.
  434. ^ "Railway Statistics – 2014 Synopsis" (PDF). Paris, France: International Union of Railways, IUC. 2014. Retrieved September 9, 2015.
  435. ^ US EPA, OAR (February 8, 2017). "Inventory of U.S. Greenhouse Gas Emissions and Sinks". US EPA. Retrieved December 3, 2020.
  436. ^ Roser, Max; Ritchie, Hannah (May 11, 2017). "CO₂ and other Greenhouse Gas Emissions". Our World in Data.
  437. ^ IEA Key World Energy Statistics Statistics 2013 Archived September 2, 2014, at the Wayback Machine
  438. ^ "Diagram 1: Energy Flow, 2018" (PDF). EIA Annual Energy Review. U.S. Dept. of Energy, Energy Information Administration. 2018. Retrieved January 21, 2021.
  439. ^ "Statue of Liberty". World Heritage. UNESCO. Retrieved October 20, 2011.
  440. ^ a b c Adams, J.Q.; Strother-Adams, Pearlie (2001). Dealing with diversity : the anthology. Chicago: Kendall/Hunt Pub. ISBN 978-0-7872-8145-8.
  441. ^ Thompson, William E.; Hickey, Joseph V. (2004). Society in focus : an introduction to sociology (5th ed.). Boston: Pearson/Allyn and Bacon. ISBN 978-0-205-41365-2.
  442. ^ Fiorina, Morris P.; Peterson, Paul E. (2010). The New American democracy (7th ed.). London: Longman. p. 97. ISBN 978-0-205-78016-7.
  443. ^ Holloway, Joseph E. (2005). Africanisms in American culture (2nd ed.). Bloomington: Indiana University Press. pp. 18–38. ISBN 978-0-253-21749-3.
    Johnson, Fern L. (2000). Speaking culturally : language diversity in the United States. Sage Publications. p. 116. ISBN 978-0-8039-5912-5.
  444. ^ Richard Koch (July 10, 2013). "Is Individualism Good or Bad?". The Huffington Post.
  445. ^ Huntington, Samuel P. (2004). "Chapters 2–4". Who are We?: The Challenges to America's National Identity. Simon & Schuster. ISBN 978-0-684-87053-3. Retrieved October 25, 2015.: also see American's Creed, written by William Tyler Page and adopted by Congress in 1918.
  446. ^ AP (June 25, 2007). "Americans give record $295B to charity". USA Today. Retrieved October 4, 2013.
  447. ^ "International comparisons of charitable giving" (PDF). Charities Aid Foundation. November 2006. Retrieved October 4, 2013.
  448. ^ babtunde, Saka. "10 Days That Changed History—NAIJA NEWS TODAY & LATEST BREAKING NEWS ™". www.newsliveng.com. Retrieved May 24, 2019.
  449. ^ Clifton, Jon (March 21, 2013). "More Than 100 Million Worldwide Dream of a Life in the U.S. More than 25% in Liberia, Sierra Leone, Dominican Republic want to move to the U.S." Gallup. Retrieved January 10, 2014.
  450. ^ *"A Family Affair: Intergenerational Social Mobility across OECD Countries" (PDF). Economic Policy Reforms: Going for Growth. OECD. 2010. Retrieved September 20, 2010.
    • Blanden, Jo; Gregg, Paul; Machin, Stephen (April 2005). "Intergenerational Mobility in Europe and North America" (PDF). Centre for Economic Performance. Archived from the original (PDF) on June 23, 2006.
    • Gould, Elise (October 10, 2012). "U.S. lags behind peer countries in mobility". Economic Policy Institute. Retrieved July 15, 2013.
    • Winship, Scott (Spring 2013). "Overstating the Costs of Inequality" (PDF). National Affairs. Archived from the original (PDF) on October 24, 2013. Retrieved January 10, 2014.
  451. ^ "Understanding Mobility in America". Center for American Progress. April 26, 2006.
  452. ^ Schneider, Donald (July 29, 2013). "A Guide to Understanding International Comparisons of Economic Mobility". The Heritage Foundation. Retrieved August 22, 2013.
  453. ^ Gutfeld, Amon (2002). American Exceptionalism: The Effects of Plenty on the American Experience. Brighton and Portland: Sussex Academic Press. p. 65. ISBN 978-1-903900-08-6.
  454. ^ Zweig, Michael (2004). What's Class Got To Do With It, American Society in the Twenty-First Century. Ithaca, NY: Cornell University Press. ISBN 978-0-8014-8899-3. "Effects of Social Class and Interactive Setting on Maternal Speech". Education Resource Information Center. Retrieved January 27, 2007.
  455. ^ O'Keefe, Kevin (2005). The Average American. New York: PublicAffairs. ISBN 978-1-58648-270-1.
  456. ^ Harold, Bloom (1999). Emily Dickinson. Broomall, PA: Chelsea House Publishers. p. 9. ISBN 978-0-7910-5106-1.
  457. ^ Buell, Lawrence (Spring–Summer 2008). "The Unkillable Dream of the Great American Novel: Moby-Dick as Test Case". American Literary History. 20 (1–2): 132–155. doi:10.1093/alh/ajn005. ISSN 0896-7148. S2CID 170250346.
  458. ^ Edward, Quinn (2006). A dictionary of literary and thematic terms (2nd ed.). Facts On File. p. 361. ISBN 978-0-8160-6243-0.David, Seed (2009). A companion to twentieth-century United States fiction. Chichester, West Sussex: Wiley-Blackwell. p. 76. ISBN 978-1-4051-4691-3.Jeffrey, Meyers (1999). Hemingway : A biography. New York: Da Capo Press. p. 139. ISBN 978-0-306-80890-6.
  459. ^ Lesher, Linda Parent (2000). The Best Novels of the Nineties: A Reader's Guide. McFarland. p. 109. ISBN 978-1-4766-0389-6.
  460. ^ Brown, Milton W. (1963). The Story of the Armory Show (2nd ed.). New York: Abbeville Press. ISBN 978-0-89659-795-2.
  461. ^ Janson, Horst Woldemar; Janson, Anthony F. (2003). History of Art: The Western Tradition. Prentice Hall Professional. p. 955. ISBN 978-0-13-182895-7.
  462. ^ Davenport, Alma (1991). The History of Photography: An Overview. UNM Press. p. 67. ISBN 978-0-8263-2076-6.
  463. ^ Angus K. Gillespie; Jay Mechling (1995). American Wildlife in Symbol and Story. Univ. of Tennessee Press. pp. 31–. ISBN 978-1-57233-259-1.
  464. ^ "Wheat Info". Wheatworld.org. Archived from the original on October 11, 2009. Retrieved January 15, 2015.
  465. ^ "Traditional Indigenous Recipes". American Indian Health and Diet Project. Retrieved September 15, 2014.
  466. ^ Akenuwa, Ambrose (July 1, 2015). Is the United States Still the Land of the Free and Home to the Brave?. Lulu Press. pp. 92–94. ISBN 978-1-329-26112-9. Retrieved November 20, 2020.
  467. ^ Sidney Wilfred Mintz (1996). Tasting Food, Tasting Freedom: Excursions Into Eating, Culture, and the Past. Beacon Press. pp. 134–. ISBN 978-0-8070-4629-6. Retrieved October 25, 2015.
  468. ^ Breadsley, Eleanor. "Why McDonald's in France Doesn't Feel Like Fast Food". NPR. Retrieved January 15, 2015.
  469. ^ "When Was the First Drive-Thru Restaurant Created?". Wisegeek.org. Retrieved January 15, 2015.
  470. ^ Klapthor, James N. (August 23, 2003). "What, When, and Where Americans Eat in 2003". Newswise/Institute of Food Technologists. Retrieved June 19, 2007.
  471. ^ H, D. "The coffee insurgency". The Economist. Retrieved January 15, 2015.
  472. ^ Smith, 2004, pp. 131–132
  473. ^ Levenstein, 2003, pp. 154–155
  474. ^ Eggart, Elise (2007). Let's Go USA 24th Edition. St. Martin's Press. p. 68. ISBN 978-0-312-37445-7.
  475. ^ Bierley, Paul E. (1973). John Philip Sousa: American Phenomenon (Revised ed.). Alfred Music. p. 5. ISBN 978-1-4574-4995-6.
  476. ^ a b Biddle, Julian (2001). What Was Hot!: Five Decades of Pop Culture in America. New York: Citadel. p. ix. ISBN 978-0-8065-2311-8.
  477. ^ Hartman, Graham (January 5, 2012). "Metallica's 'Black album' is Top-Selling Disc of last 20 years". Loudwire. Retrieved October 12, 2015.
  478. ^ Vorel, Jim (September 27, 2012). "Eagles tribute band landing at Kirkland". Herald & Review. Retrieved October 12, 2015.
  479. ^ "Aerosmith will rock Salinas with July concert". February 2, 2015. Retrieved October 12, 2015.
  480. ^ *"Taylor Swift: Teen idol to 'biggest pop artist in the world'". The Tennessean. September 24, 2015.
    • Lynch, Gerald. "Britney Spears is the most searched for celebrity of the decade". Tech Digest. Retrieved October 12, 2015.
    • "Katy Perry: now the world's richest (famous) woman". the Guardian. Retrieved October 25, 2015.
    • Rosen, Jody. "Beyoncé: The Woman on Top of the World". The New York Times.
    • "BBC—Imagine—Jay-Z: He Came, He Saw, He Conquered". bbc.co.uk. Retrieved October 25, 2015.*"Introducing the King of Hip-Hop". Rolling Stone. Retrieved October 25, 2015.
    • Ben Westhoff. "The enigma of Kanye West—and how the world's biggest pop star ended up being its most reviled, too". The Guardian.
  481. ^ "Nigeria surpasses Hollywood as world's second-largest film producer" (Press release). United Nations. May 5, 2009. Retrieved February 17, 2013.